Número de mortos em explosão em hotel de Cuba sobe para 26

As equipes de resgate tentavam encontrar, neste sábado (7), sobreviventes entre os escombros do Hotel Saratoga de Havana, em Cuba, que na sexta-feira (6) sofreu uma forte explosão que matou ao menos 26 pessoas, segundo o último balanço oficial.

"Minha filha trabalha no Saratoga. Está debaixo dos escombros desde ontem e ainda não sei nada dela", disse a jornalistas, muito emocionada, Yaumara Cobas. "Não está no necrotério nem no hospital", declarou.

Nas buscas efetuadas nos andares superiores do hotel não foram encontrados corpos ou sobreviventes, segundo informou um bombeiro no local. As buscas se concentram agora na planta baixa, porão e subsolo do prédio, cujo acesso é complicado em razão da grande quantidade de escombros.

Brigadas caninas e equipes de resgate com ferramentas para detectar possíveis sobreviventes tentavam chegar ao porão, de onde uma mulher havia pedido ajuda na sexta-feira à tarde.

Segundo o novo balanço oficial, 26 pessoas, incluindo quatro crianças e adolescentes morreram na explosão. Dos 45 feridos ainda hospitalizados, nove estão em estado crítico e seis graves.

"Recebemos notícias trágicas de Cuba. Uma turista espanhola faleceu e outro cidadão espanhol está gravemente ferido após a explosão do hotel Saratoga", informou no Twitter o presidente do governo espanhol, Pedro Sánchez.

"Todo nosso carinho a suas famílias e por todas as vítimas e feridos. Nosso apoio também ao povo cubano", acrescentou.

"É muito lamentável o que aconteceu, a destruição, especialmente a perda de vidas, e também as pessoas feridas, mas mais uma vez quero destacar a velocidade com que a população e as instituições foram mobilizadas", tuitou o presidente cubano, Miguel Díaz-Canel.

"A solidariedade prevaleceu. #FuerzaCuba", acrescentou, referindo-se aos muitos cubanos que se apressaram na sexta-feira para doar sangue para ajudar os feridos.

Hotel emblemático de Havana Velha, o Saratoga estava fechado há dois anos para reparos e se preparava para reabrir ao público em 10 de maio.

Trabalhadores estavam em seu interior quando ocorreu a explosão.

Os primeiros quatro andares do Saratoga - hotel cinco estrelas com 96 quartos, dois restaurantes e uma piscina na cobertura - explodiram e ficaram praticamente destruídos, cercados por montanhas de escombros e pedaços de vidro. Vários carros que estavam perto do local foram danificados.

O responsável da empresa estatal Gaviota, proprietária do hotel, Roberto Calzadilla, disse que a explosão aconteceu quando "o gás estava sendo reabastecido com um cano [caminhão-tanque] e aparentemente foi isso que causou esse infeliz acidente".

O Saratoga, um luxuoso edifício neoclássico construído em 1880 para armazéns, foi remodelado como hotel em 1933 e reaberto em 2005.

Como um dos hotéis mais populares de Havana, já recebeu várias personalidades como Beyoncé e Jay Z, que comemoraram um aniversário em 2013, bem como Madonna e sua filha Lourdes e Mick Jagger, o lendário membro dos Rolling Stones.

ka/yow/mr

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos