Número de mortos em inundações no sul dos EUA sobe a 25

As inundações devastadoras em Kentucky deixaram pelo menos 25 mortos, mas esse número deve aumentar, anunciou neste sábado (30) o governador do estado do sul dos Estados Unidos, enquanto as equipes de resgate continuam procurando por sobreviventes.

As chuvas torrenciais desencadeadas no início desta semana causaram inundações repentinas sem precedentes no leste de Kentucky, uma região severamente afetada pela pobreza.

"Temos algumas notícias difíceis para compartilhar do leste de Kentucky hoje, onde ainda estamos na fase de busca e resgate. Nosso número de mortos subiu para 25 e deve aumentar", informou no Twitter o governador Andy Beshear, que havia divulgado anteriormente um saldo de 16 óbitos.

"Para todos no leste do Kentucky, estamos com vocês hoje e nas próximas semanas, meses e anos. Vamos superar isso juntos".

O governador havia dito anteriormente que centenas de pessoas foram resgatadas de barco desde que as inundações começaram na noite de quarta-feira, enquanto helicópteros da Guarda Nacional realizaram dezenas de resgates aéreos.

Algumas áreas do estado registraram mais de 200 milímetros de chuva em um período de 24 horas.

Por exemplo, o nível da água na bifurcação norte do rio Kentucky, na cidade de Whitesburg, bateu seu recorde em poucas horas, chegando a 7 metros.

As inundações transformaram muitas estradas em rios, e algumas casas em áreas baixas ficaram quase completamente submersas, com apenas seus telhados visíveis.

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, declarou o estado em "desastre natural" e aprovou reforços federais para apoiar as áreas afetadas por "tempestades, inundações, deslizamentos de terra e avalanches".

Em dezembro, dezenas de tornados violentos atingiram cinco estados do centro dos Estados Unidos, principalmente Kentucky, matando pelo menos 79 pessoas.

wd/bbk/llu/ll/mr

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos