Número de mortos em terremoto no Haiti sobe para quase 2 mil; sobreviventes clamam por ajuda

·2 minuto de leitura
Lanette Nuel ao lado do corpo da filha, que morreu por terremoto no Haiti

Por Laura Gottesdiener e Ricardo Arduengo

LES CAYES, Haiti (Reuters) - O número de mortos após o grande terremoto que atingiu a região sudoeste do Haiti no final de semana subiu para 1.941 nesta terça-feira, uma vez que a busca por sobreviventes foi retomada após a passagem de uma tempestade tropical, com os haitianos atingidos pela tragédia clamando por alimentos, abrigo e ajuda médica.

Os hospitais enfrentam enormes dificuldades para atender a todos os feridos, que chegaram a 9.915, com muitas pessoas ainda desaparecidas ou presas sob os escombros, afirmou o Serviço de Proteção Civil na tarde desta terça-feira.

"Não havia médicos suficientes e agora ela está morta", disse Lanette Nuel, sentada apaticamente ao lado do corpo de sua filha ao lado de fora do principal hospital de Les Cayes, uma das cidades mais castigadas tanto pelo tremor quanto pela chuva e pelos fortes ventos da tempestade.

A mulher morta, de 26 anos, que era também mãe de duas crianças, foi atingida por escombros durante o terremoto de magnitude 7.2. "Nós chegamos ontem à tarde, ela morreu hoje de manhã. Eu não posso fazer nada", disse a mãe.

O terremoto de sábado colocou abaixo dezenas de milhares de prédios no país mais pobre das Américas, que ainda se recuperava de um outro tremor de 11 anos atrás, que matou mais de 200 mil pessoas.

As iniciativas de resgate e auxílio estavam complicadas por conta do difícil acesso e do estado das estradas vindas da capital à região sul, por conta do controle de pontos importantes por gangues. Inundações e deslizamentos na passagem da tempestade tropical Grace, que seguiu adiante para a Jamaica, complicaram ainda mais os esforços.

(Reportagem de Laura Gottesdiener e Ricardo Arduengo, em Les Cayes, Haiti; reportagem adicional de Herbert Villarraga e Robenson Sanon em Les Cayes)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos