Número de mortos por covid-19 passa de 100 mil na Indonésia

·1 minuto de leitura
Pacientes recebem cuidados sob uma tenda, erguida num hospital para lidar com o fluxo de doentes com covid-19, em Yogyakarta, Indonésia, em 13 de julho de 2021

A Indonésia ultrapassou a marca de 100 mil mortos pela covid-19 nesta quarta-feira (4), em meio ao combate à expansão da variante Delta.

Maior economia do Sudeste Asiático, o país detectou essa variante em dezenas de regiões desde seu primeiro caso no arquipélago, em junho.

Muitos indonésios morreram em casa, sem terem condições de acesso a cuidados hospitalares, ou a dispositivos médicos de oxigênio. Até o momento, foram registrados 3,5 milhões de casos de contágio no país, embora os números oficiais sejam considerados bem abaixo dos reais.

"As mortes geralmente ocorrem (...) pela demora no reconhecimento da gravidade dos sintomas da doença e na realização do tratamento", disse Siti Nadia Tarmizi, porta-voz do órgão especial contra covid-19.

Nas últimas 24 horas, foram registradas 1.747 novas mortes, elevando o total para 100.636.

Segundo a ONG LaporCovid, mais de 2.600 pessoas morreram, em casa, entre o início de junho e 24 de julho. A organização usa informações fornecidas pela população para alimentar uma base de dados sobre a evolução da covid-19 no país.

A Indonésia pretende vacinar 208 milhões de seus 270 milhões de habitantes. A taxa de imunização continua, no entanto, muito abaixo da meta do governo de atingir um milhão de injeções por dia.

Até agora, apenas 8% da população indonésia recebeu o esquema completo de vacinação contra a covid-19.

dsa/axn/me/mb/ap/tt

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos