Na Bahia, ACM lidera na Genial/Quaest, mas apoio de Lula a petista começa a aparecer nas pesquisas

A 80 dias das eleições, o ex-prefeito de Salvador ACM Neto (União Brasil) continua líder (61%) e se beneficia de um voto casado com o ex-presidente Lula (PT), que tem 62% da preferência no estado, contra 19% do presidente Jair Bolsonaro (PL), como mostra a pesquisa Genial/Quaest, divulgada nesta sexta-feira. Metade também diz preferir que um candidato ligado ao petista vença as eleições. Apenas 16% preferem alguém vinculado a Bolsonaro, e 30% gostariam que o vitorioso não fosse próximo nem do atual nem do ex-presidente.

Disputa presidencial: Lula cresce quatro pontos percentuais no Rio, veja os números da última pesquisa Genial/Quaest

Senado: Maioria ainda não sabe em quem votar, e Romário lidera, mostra pesquisa

Apesar de estar 50 pontos atrás de ACM Neto, o pré-candidato petista, Jerônimo Rodrigues, chegou a 11% das intenções de voto na pesquisa, cinco pontos percentuais a mais em relação ao levantamento de maio. O crescimento pode ser considerado resultado do apoio do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Nome de Jair Bolsonaro na corrida ao Palácio de Ondina, o ex-ministro João Roma (PL) aparece com 6%. Kleber Rosa (PSOL) tem 1% e Giovani Damico (PCB) não pontuou. A margem de erro da pesquisa é de 2,9 pontos para mais ou menos.

Ainda que tenha diminuído seis pontos percentuais em relação à pesquisa estimulada de maio deste ano, ACM Neto continua com chances de vencer ainda no primeiro turno no quarto maior colégio eleitoral do país.

Na pesquisa espontânea, em que o entrevistado não tem acesso aos nomes dos pré-candidatos, 67% dizem ainda não ter escolhido um nome para a eleição ao governo do estado.

Em detalhes: pesquisa da Uerj mostra os pontos fortes e fracos dos candidatos na corrida pelo governo do Rio

A pesquisa também aponta Otto Alencar como favorito ao Senado, com 32% das intenções de voto. Em seguida, vem Cacá Leão (Progressistas), com 10%; Raíssa Soares (PL) e Marcelo Nilo (Republicanos), ambos com 6%; e Tâmara Azevedo (PSOL), com 4%. O cenário, no entanto, ainda é considerado aberto, já que 42% não declaram um candidato.

O levantamento ainda mostra a avaliação favorável ao governo do petista Rui Costa na Bahia: 43% avaliam positivamente a gestão. Outros 33% dizem que ela é "regular" e 17% não aprovam.

A Genial/Quaest ouviu 1.140 pessoas, de forma presencial, entre os dias 9 e 12 de julho. O nível de confiança é de 95%. A pesquisa está registrada no TSE com os números BA-05185/2022 e BR-03146/2022

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos