Na contramão do Enem, inscrição do ProUni é gratuita

MudancasFIES

O Programa Universidade para Todos (ProUni) já beneficiou mais de um milhão de estudantes brasileiros com bolsas de estudos parciais e integrais em faculdades particulares de todo o País.

O ProUni é um processo totalmente informatizado que seleciona os candidatos a uma bolsa de estudos usando o desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). São duas edições por ano, no primeiro e no segundo semestre.

As inscrições para o ProUni devem ser feitas somente pelo site oficial do Programa, na Internet. Mas será que o ProUni é de graça? Quem consegue o ProUni não precisa pagar mais nada para a universidade?

Confira, a seguir, as respostas para estas e outras dúvidas!

O ProUni é de graça?

Para saber se o ProUni é de graça, é importante entender alguns elementos deste Programa:

Inscrição: as inscrições para o ProUni são gratuitas para todos os participantes. Bolsa integral: os estudantes com renda familiar bruta mensal de até um salário mínimo e meio por pessoa podem se candidatar a uma bolsa integral do ProUni. A bolsa integral do ProUni cobre 100% da mensalidade do curso.  O estudante selecionado para uma bolsa integral do ProUni não precisa pagar nenhuma taxa para “liberar” a bolsa. Basta fazer a matrícula na faculdade para a qual foi selecionado. Quem recebe a bolsa integral não precisa pagar a mensalidade do curso de graduação. Nesse caso, pode-se dizer que a mensalidade é gratuita. Bolsa parcial: estudantes com renda familiar bruta mensal de até três salários mínimos por pessoa podem se candidatar a uma bolsa parcial do ProUni. A bolsa parcial do ProUni cobre 50% da mensalidade e o bolsista deve pagar a outra metade. Bolsas remanescentes: as inscrições para as bolsas remanescentes do ProUni também são gratuitas.

O que o ProUni não paga?

A bolsa do ProUni é referente às despesas com anuidade ou semestralidade dos encargos educacionais da faculdade particular. Mesmo para bolsistas integrais, existem algumas despesas que não entram no benefício e o estudante precisa se programar para pagá-las. Entre as principais, podemos citar: 

Moradia: o ProUni não cobre despesas de moradia dos bolsistas. Ou seja, se você quiser concorrer a uma bolsa do ProUni em uma cidade distante de sua residência ou em outro estado, é importante saber que você precisará arcar com as despesas de moradia. Transporte: a bolsa do ProUni não cobre despesas com deslocamentos de nenhum tipo. Alimentação: a bolsa do ProUni não cobre despesas com alimentação. Livros e material didático: é o aluno quem precisa arcar com despesas de material didático, como livros, cadernos, calculadoras, fotocópias, etc. Atividades não previstas no currículo: a bolsa do ProUni não cobre atividades não previstas no currículo regular do curso, como viagens de estudos, participação em congressos, disciplinas não previstas, etc. 

ProUni tem ajuda de custo?

Sim. O ProUni oferece uma ajuda de custo em alguns casos. O benefício é chamado de “Bolsa Permanência do ProUni” e tem o objetivo de apoiar o estudante financeiramente para que ele possa pagar pequenas despesas relacionadas aos estudos e, assim, conseguir concluir a faculdade.

O valor da bolsa permanência é equivalente o praticado em bolsas de iniciação científica do Governo Federal. O aluno interessado em receber esse auxílio financeiro deve cumprir alguns requisitos e passar por um processo seletivo específico.

Pode pedir o Bolsa Permanência do ProUni o estudante que:

For bolsista integral do ProUni Estiver matriculado em curso presencial com pelo menos 6 semestres de duração e carga horária média de 6 horas por dia.

O processo que seleciona estudantes para receberem a Bolsa Permanência do ProUni acontece todo mês. Para poder concorrer ao benefício, a faculdade onde o estudante tem a bolsa integral precisa aderir ao Programa. A quantidade de Bolsas Permanência do ProUni depende do orçamento do MEC.

A bolsa permanência do ProUni não pode ser utilizada com outros tipos de bolsa do Governo (municipais, estaduais ou federais) que ajudam a custear despesas educacionais.

Posso usar o ProUni com o FIES?

Sim. É possível usar o FIES para financiar a outra metade da bolsa parcial do ProUni. Para isso, o financiamento deve ser pedido somente para o curso e faculdade onde o estudante tem a bolsa do ProUni e a soma dos dois benefícios não pode ultrapassar o valor da mensalidade com desconto.

Preciso pagar o ProUni de volta?

Não. O ProUni é uma bolsa de estudo que o estudante recebe e, ao terminar a faculdade, não fica devendo nada ao Governo. 
No caso de bolsas integrais, o ProUni paga 100% da mensalidade para a faculdade. 
Quando a bolsa é parcial, o ProUni paga 50% e o estudante paga 50% da mensalidade para a universidade. 
Ao se formar, o bolsista do ProUni (parcial ou integral) não precisa devolver o valor pago pelo Governo.

Você vai participar do ProUni? Conte para a gente aqui nos comentários!