Na Índia, Uber usará WhatsApp para reservar viagem

·2 min de leitura
Uber quer tornar a reserva de uma viagem na Índia tão fácil quanto enviar uma mensagem pelo WhatsApp. (REUTERS/Andrew Kelly)
  • Aplicativo de transporte vai testar novidade no mercado indiano em parceria com a Meta

  • Índia é o maior mercado do WhatsApp no mundo, com meio bilhão de usuários

  • Serviço está disponível em inglês, mas será lançado em idiomas indianos em breve

O Uber quer tornar a reserva de uma viagem na Índia tão fácil quanto enviar uma mensagem pelo WhatsApp. A empresa sediada em São Francisco fez parceria com a Meta (empresa-mãe do Facebook) para lançar uma capacidade de reserva de viagens por meio de seu serviço WhatsApp na Índia, as duas empresas de tecnologia disseram em um comunicado na quinta-feira (2).

Leia também

A integração - a primeira desse tipo para o gigante dos caronas - permitirá que as pessoas reservem uma carona no Uber sem precisar baixar o aplicativo da empresa. Tudo, desde o registro do usuário e reserva de viagem até a obtenção de um recibo de viagem, será gerenciado na interface de bate-papo do WhatsApp.

"Queremos facilitar ao máximo a viagem de todos os indianos para o Uber e, para isso, precisamos encontrá-los em plataformas com as quais se sintam confortáveis", disse Nandini Maheshwari, diretor sênior de desenvolvimento de negócios da Uber, em comunicado.

Com quase meio bilhão de usuários, a Índia é o maior mercado para o WhatsApp. Os passageiros que reservarem pelo Whatsapp terão acesso aos "mesmos recursos de segurança e proteções de seguro que aqueles que reservam viagens pelo app Uber diretamente", disse o Uber.

Alguns desses recursos incluem a capacidade de falar com o motorista anonimamente usando um número mascarado e obter acesso à placa do veículo no momento da reserva.

Uber quer facilitar a experiência do usuário na Índia

"A experiência do Uber no WhatsApp é simples, familiar e compreensível para os usuários e tem o potencial de acelerar a adoção do Uber com uma nova categoria de passageiros na Índia", disse Abhijit Bose, chefe do WhatsApp Índia, no comunicado. A empresa vai criar mais "soluções customizadas para produtos e serviços em todos os setores na Índia", acrescentou.

O serviço está disponível apenas em inglês, mas será lançado em idiomas indianos em breve. Esta não é a primeira vez que o Uber testa um projeto ambicioso na Índia. Em 2015, Hyderabad se tornou a primeira cidade do mundo em que o Uber passou a aceitar pagamentos em dinheiro - uma opção que foi posteriormente introduzida em outros mercados da empresa.

Uber disse que a Índia é "um dos maiores mercados internacionais da empresa", mas não quis compartilhar o número de usuários no país.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos