Na 'nova casa', Flamengo enfrenta o Volta Redonda e busca segunda vitória no Carioca

·1 min de leitura

Sem o Maracanã, o Flamengo adotou o estádio da Portuguesa, na Ilha do Governador, para iniciar o Estadual. Mas com chances de Paulo Sousa começar a lançar titulares e outros jogadores do grupo principal antes do previsto, o clube optou por trocar de casa, e fechou cinco partidas no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, que tem capacidade dez vezes maior em suas arquibancadas.

Será no Raulino de Oliveira, neste sábado, a partir das 18h, que o Flamengo pega os anfitriões ainda com seus garotos.

A ideia inicial era mandar os jogos no Luso-Brasileiro, mas a primeira partida, contra a Portuguesa, não só teve os pouco mais de 2 mil ingressos à disposição esgotados rapidamente, como público presente elevado. O apelo ligou o alerta na diretoria, que costurou acordo com o Volta Redonda e a Federação do Rio.

A Ferj já publicou as mudanças para jogos contra Boavista, Resende, Fluminense, Nova Iguaçu e Vasco. A expectativa segue em ter a força máxima à disposição de Paulo Sousa no Fla-Flu do dia 6 de fevereiro, contudo alguns jogadores em melhor nível físico já podem começar a ganhar ritmo contra o Boavista.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos