Na véspera da posse de Regina Duarte, dois diretores e dois chefes de gabinete são demitidos da pasta

Gabriel Morais

RIO — Dois diretores e dois chefes de gabinete da Secretaria Especial da Cultura foram demitidos da pasta na noite desta terça-feira (3). A informação foi confirmada por Ricardo Freire Vasconcellos, que é diretor do Departamento do Sistema Nacional de Cultura. Ele se declara bolsonarista e disse que os outros três também são. Essa, inclusive, seria a razão da demissão.

— O motivo da demissão foi apenas por sermos bolsonaristas. Eu, por exemplo não estava lá por isso. Sou altamente técnico e qualificado. Inclusive, em novembro do ano passado, comecei a prestar serviços de assessoria jurídica voluntariamente para a secretaria. Só depois a Jane (ex-secretária-adjunta) me indicou para o cargo de diretor — diz Ricardo.

Os outros três exonerados são Gislaine Targa — chefe de gabinete da Secretaria de Fomento e Incentivo à Cultura —, Raquel Brugnera — chefe de Gabinete da Secretaria da Economia Criativa — e Ednagela Santos — Departamento de Cultura.

(Esta reportagem está em atualização)