Na véspera do feriado, trânsito aumenta em 47% em São Paulo

·2 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O trânsito na cidade de São Paulo aumentou em 47% nesta quarta-feira (2), véspera do feriado de Corpus Christi (3), em relação à semana passada, segundo dados da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego). Também subiu em 300 mil o número de carros nas ruas da capital paulista.

Nesta quarta, o congestionamento era de 109 km, enquanto na quarta passada a lentidão ficou em 74 km. Duas semanas atrás, a média foi de 123 km, mas em decorrência da greve dos metroviários, que impactou no trânsito da cidade.

O número de veículos também aumentou: foram cerca de 6,7 milhões ontem, contra 6,4 milhões na semana passada e 6,8 milhões na anterior.

Entre os passageiros circulando nas ônibus, porém, não houve variação significativa. Cerca de 1,93 milhão de pessoas foram transportadas nesta quarta, valor próximo ao da semana passada, quando 1,89 milhão andaram nos coletivos. Há 15 dias, foram 2,08 milhões, mas também por causa da greve.

O índice de isolamento social permaneceu estável no estado de SP, com 41% nesta quarta, um ponto percentual a mais do que quarta passada e retrasada. A média nos dias úteis tem sido de 40%.

Após cinco dias sem atualizar as taxas de ocupação dos leitos de UTIs (Unidade de Terapia Intensiva) e enfermaria na plataforma da Seade (Fundação Sistema Estadual Análise de Dados) por uma falha técnica no Censo Covid, o governo paulista disponibilizou os dados desta quarta na plataforma. Os dados retroativos foram publicados no site da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo.

Nesta quinta-feira (6), o estado tem 81,6% dos leitos de UTI ocupados, enquanto na quinta passada (27), eram 80,9%, e na anterior (20), 79,2%.

Já a região metropolitana da capital tem lotação de 79,9%, pouco mais de dois pontos percentuais do que os 77,7% registrados uma semana atrás. Há 15 dias, o nível estava em 76,9%.

SP tem mais de 3,3 milhões de casos confirmados de Covid-19 e 113.441 mortes pela doença. Nesta quinta, foram registrados 514 óbitos. A taxa de letalidade é de 3,4%

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos