Na véspera do julgamento da 2ª instância no STF, Bolsonaro recebe Gilmar, Toffoli e Moraes

Gustavo Maia e André de Souza
Bolsonaro recebe ministros do STF no Alvorada - Foto: Carolina Antunes/PR

O presidente Jair Bolsonaro recebeu três ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) no Palácio do Planalto na manhã desta quarta-feira, na véspera do julgamento que pode reverter o atual entendimento da Corte sobre a prisão após condenação em segunda instância.

O presidente do tribunal, Dias Toffoli, e Alexandre de Moraes foram juntos e estiveram com Bolsonaro às 10h, por 15 minutos. Depois, participaram de um evento no Salão Nobre. Já o ministro Gilmar Mendes, bastante contestado por apoiadores do presidente, teve um encontro reservado com ele, das 11h às 11h25.

Leia também

Gilmar disse que a reunião com Bolsonaro foi apenas uma visita de cortesia. Negou que tenham conversado sobre segunda instância ou sobre a situação do PSL, partido ao qual o presidente é filiado, mas com o qual está tendo desentendimentos. O ministro foi vago sobre os assuntos tratados.

As audiências não constavam na agenda do presidente até as 16h49. Até o momento, o Planalto não divulgou a pauta dos encontros.

No início da noite, o porta-voz da Presidência, Otávio do Rêgo Barros, informou a jornalistas que o presidente "não comentará" estas agendas.