Na volta da Fase Laranja do plano de flexibilização, São Paulo terá classificação regional

·3 minuto de leitura
Sao Paulo Governor Joao Doria speaks during a press conference in Serrana, about 323 km from Sao Paulo, Brazil, on February 17, 2021. - A small town in the interior of the Brazilian state of Sao Paulo began vaccinating its entire adult population on Wednesday as part of an unprecedented clinical study to analyse the impact of immunisation in controlling the Covid-19 pandemic. (Photo by NELSON ALMEIDA / AFP) (Photo by NELSON ALMEIDA/AFP via Getty Images)
Governador João Doria acredita que a pandemia está razoavelmente controlada em São Paulo (Foto: Nelson Almeida/AFP via Getty Images)
  • Doria informou que, quando a Fase Laranja voltar, reclassificação será regional

  • Para o governador, SP está com a pandemia "razoavelmente controlada"

  • São Paulo está na Fase de Transição do Plano SP

O governador João Doria (PSDB), considera que a pandemia de covid-19 no estado de São Paulo está “sob relativo controle”. Quando o estado voltar para a fase laranja, as flexibilizações das medidas voltarão a ser feitas por regiões. A informação foi revelada por Doria em uma entrevista à agência Reuters.

“Eu diria que [a pandemia] está sob relativo controle, porque nós conseguimos, graças às medidas do Plano São Paulo (...), uma redução no número de pessoas infectadas e, consequentemente, menor ocupação nos chamados leitos primários dos hospitais públicos e privados e uma menor ocupação também dos leitos do UTI”, explicou o governador.

Leia também

Doria acredita que, agora, a tendência é que os números continuem diminuindo nas próximas semanas. Isso permitirá que, após a Fase de Transição – que o estado vive agora -, seja implantada a Fase Laranja, ainda menos restritiva.

Há três semanas, a Secretaria Estadual de Saúde tem registrado queda na média diária de internações. Há uma semana, os novos casos estão caindo também. Atualmente, a taxa de ocupação de leitos de UTI está em 82,3%. Apesar de o número ainda ser alta, o índice já chegou aos 93%.

Por outro lado, a média diária de mortes ainda está em alta, mesmo que o ritmo de aceleração esteja menor. O registro de crescimento foi de 0,6%. O Centro de Contingência do estado acredita que nesta semana, o índice deve começar a cair, já que o impacto das medidas restritivas no número de mortes é menor.

Segundo o governador, a flexibilização está sendo monitorada pelo Centro de Contingência. O órgão conta, também, com a responsabilidade da população. “Esperamos que as pessoas tenham responsabilidade e tenham consciência que essa abertura depende delas”.

Ainda não se sabe quando o estado de São Paulo voltará a adotar a Fase Laranja, mas Doria explicou que, quando acontecer, a classificação do Plano São Paulo voltará a ser regional.

Veja o que abre e o que fecha na fase de transição

Commuters protect themselves with masks and gloves from Covid-19 contamination in Sao Paulo subway, on March 24, 2020, the first day of the quarantine decreed by Governor Joao Doria and which determined the closure of all commerce in the capital of São Paulo. Despite the decrease of about 80% in the movement of passengers, the crowding of people on platforms and trains often exceeds the recommended to maintain a distance of 2m between individuals. Sao Paulo concentrates the majority of Covid-19 cases in Brazil: 810 of the 2,201 cases confirmed by the Ministry of Health are in the State; of these, 40 people died, out of a whole total of 46 deaths in the country. The screen panel displays, in portuguese, information on the new Coronavirus (Photo by Gustavo Basso/NurPhoto via Getty Images)
São Paulo está na Fase de Transição do Plano SP (Foto: Gustavo Basso/NurPhoto via Getty Images)

1º semana

Entre 18 e 23 de abril puderam ser retomados presencialmente:

  • Cultos, missas e outras atividades religiosas

  • Shoppings

  • Lojas de rua

No entanto, para atividades religiosas presenciais haverá restrições, segundo o governo do estado, como máximo de 25% de ocupação. Já o comércio poderá funcionar em todo estado entre 11h e 19h.

2º semana

Acontecerá entre os dias 24 de abril e 30 de abril. Neste período, poderão ser retomados:

  • Restaurantes e similares

  • Salões de beleza

  • Barbearias

  • Atividades culturais

  • Academias

Da mesma forma que deve acontecer na primeira semana, as atividades terão restrições, podendo operar das 11h às 19h.

As academias, porém, funcionarão em dois horários: das 7h às 11h e das 15h às 19h. Todos os espaços deverão respeitos o aforo máximo de 25% de ocupação. O teletrabalho continua sendo recomendado para as atividades administrativas não essenciais.