Nacional leva ao ar programação especial no mês da Consciência Negra

Logo Agência Brasil
Logo Agência Brasil

Os ouvintes da Rádio Nacional podem conferir, em novembro, uma programação exclusiva para celebrar o mês da Consciência Negra. Seleções musicais, entrevistas e tributos a artistas negros marcam as atrações elaboradas pela emissora pública para destacar a efeméride.

Músicos negros que comemoraram ou ainda vão comemorar seus 80 anos têm homenagens garantidas com especiais de uma hora de duração nos domingos de novembro, ao meio-dia. No dia 13, a Nacional leva ao ar o Especial Paulinho da Viola, que completa 80 anos em 12 de novembro. Curiosidades da trajetória do artista não vão faltar, como por exemplo o fato do seu pai ter sido violonista e integrante da primeira formação do grupo Época de Ouro, ou sua convivência, desde pequeno, com grandes nomes do choro, como Pixinguinha e Jacob do Bandolim. Minhas Madrugadas, 14 Anos e Choro Inesquecível compõem a seleção musical.

Notícias relacionadas:

O Especial Gilberto Gil ganha janela na programação da rádio no domingo seguinte, 20 de novembro, data que marca o Dia da Consciência Negra. Fatos relevantes na história do cantor e compositor, que fez 80 anos em 26 de junho, são destaque da produção radiofônica: prêmios Grammy Awards, Grammy Latino, sua relação com a Bahia e com o Rio de Janeiro, seus mestres como Dorival Caymmi e parceiros de vida como Caetano Veloso. Clássicos como Aquele Abraço, Parabolicamará e Domingo no Parque marcam a trajetória do artista.

No dia 27 é a vez do Especial Tim Maia embalar as ondas da Nacional, no ritmo da bossa nova ao soul americano. Se estivesse vivo, Tim Maia teria celebrado seus 80 anos em 28 de setembro. Com uma vida conturbada por migrações, viagens, casamentos, separações, drogas, prisões, e um mergulho profundo no misticismo, o icônico artista nasceu em uma família de 18 filhos. Sucessos como Gostava Tanto de Você, Imunização Racional (Que Beleza) e Vale Tudo representam bem os diversos períodos da obra do "síndico" e estão garantidos durante a atração inédita.

Ainda para celebrar a efeméride, a Rádio Nacional leva ao ar três edições do programa Memória Musical Especial com artistas negros, às 8h. No próximo domingo, o destaque da produção é Zé Kéti; no dia 20, Nilze Carvalho; no dia 27, Ulisses X.

E no dia 18 de novembro, sexta-feira, às 13h30, a emissora exibe meia hora de programação especial com canções de artistas negros. Nomes como Negra Li, Claudio Zoli, Chico César, Funk Como Le Gusta, Elza Soares, Tim Maia, Gilberto Gil, Milton Nascimento, Paulinho da Viola, Alcione, Martinho da Vila e Mart'nália estão na seleção musical.

O Dia da Consciência Negra, celebrado no Brasil em 20 de novembro, é de reflexão sobre a importância da cultura e da história do negro no país. Nesta data, no ano de 1695, morreu Zumbi dos Palmares, um símbolo da resistência à escravidão.

#VemOuvir

Entretenimento, esporte, bate-papo e notícia são alguns dos conteúdos que estão no ar pela da Rádio Nacional. As faixas musicais da programação trazem gêneros nacionais e prestigiam astros que fazem sucesso na nova MPB e no pop contemporâneo do país, além dos clássicos da música brasileira.

Personalidades da nova geração que mobilizam o público nas plataformas digitais de streaming ganham espaço nas atrações e na seleção de músicas da rádio. A estratégia de fortalecer a presença digital da emissora é outra iniciativa para incrementar o relacionamento com seus públicos e alcançar novos ouvintes. Para isso, a Nacional está no Instagram e intensifica as transmissões no YouTube.

A rádio também marca presença no Spotify com o perfil Rádio Nacional. Os fãs podem ouvir novas playlists com os conteúdos dos programas da emissora. A participação do público é assegurada através das redes sociais e pelo WhatsApp. Os locutores buscam essa integração durante a programação da Nacional.

Transmissões em rede na banda estendida

A consolidação da rede da Rádio Nacional é uma das realizações que marcam os últimos anos. Além da tradicional frequência FM 96,1 MHz em Brasília, a emissora ganhou, em 2021, presença em outras quatro capitais brasileiras, na chamada banda estendida.

A Nacional está em FM 87,1 MHz, no Rio de Janeiro, que se mantém ainda no AM, e na mesma sintonia em São Paulo e Recife. A rádio também marca presença no dial FM 93,7 MHz em São Luís. Os conteúdos entram no ar em rede e a EBC pretende ampliar o alcance com a expansão para outras capitais.

Serviço

Programação especial mês da Consciência Negra na Rádio Nacional
Memória Musical Especial Zé Kéti - domingo, dia 13/11, às 8h, na Rádio Nacional FM
Especial Paulinho da Viola - domingo, dia 13/11, às 12h, na Rádio Nacional FM, AM, Rio, OC e AS
Programação Musical Especial - sexta-feira, dia 18/11, às 13h30, na Rádio Nacional FM
Memória Musical Especial Nilze Carvalho - domingo, dia 20/11, às 8h, na Rádio Nacional FM
Especial Gilberto Gil - domingo, dia 20/11, às 12h, na Rádio Nacional FM, AM, Rio, OC e AS
Memória Musical Especial Ulisses X - domingo, dia 27/11, às 8h, na Rádio Nacional FM
Especial Tim Maia - domingo, dia 27/11, às 12h, na Rádio Nacional FM, AM, Rio, OC e AS

Rádio Nacional na internet e nas redes sociais

Site: https://radios.ebc.com.br 
Instagram: https://www.instagram.com/radionacionalbr
Spotify: https://open.spotify.com/user/vpj3k8ogjwf1nkv4nap3tlruv
YouTube: http://youtube.com/radionacionalbr
Facebook: https://www.facebook.com/radionacionalbr
Twitter: https://twitter.com/radionacionalbr

WhatsApp Nacional

Rádio Nacional FM: (61) 99989-1201
Rádio Nacional AM: (61) 99674-1536
Rádio Nacional da Amazônia: (61) 99674-1568

Saiba como sintonizar a Rádio Nacional

Brasília: FM 96,1 MHz e AM 980 Khz
Rio de Janeiro: FM 87,1 MHz e AM 1130 kHz
São Paulo: FM 87,1 MHz
Recife: FM 87,1 MHz
São Luís: FM 93,7 MHz
Amazonas: 11.780KHz e 6.180KHz OC
Alto Solimões: FM 96,1 MHz