Nadadora do Flamengo celebra título sul-americano juvenil

·1 min de leitura

No fim de semana passado, em Lima, no Peru, Natália Steiner, nadadora do Flamengo, brilhou no Campeonato Sul-Americano Juvenil. A atleta de apenas 15 anos conquistou a medalha de nos 200m peito, sua maior façanha até agora, com o tempo 2min41seg29.

- Essa vitória significou tudo para mim. Eu vinha treinando há bastante tempo para conquistá-la, era meu maior objetivo vencer o Sul-Americano. Foi minha maior vitória até hoje – celebrou.

No desembarque no Rio de Janeiro, a emoção tomou conta de Natália, de seus pais, Frederico Steiner e Larissa Alvarez, e de seu irmão, Rafa.

- Todos estávamos muito felizes, emocionados. Eles fazem parte desta vitória, porque dedicam várias horas por dia para me trazer no treino, me ajudar com suplementação, médico e tal – agradeceu Natália, que cursa a primeira série do Ensino Médio no CEL Intercultural School.

- Treino três vezes por semana de madrugada, por volta das 5h, e acabo perdendo o primeiro ou segundo tempo da escola. Mas o CEL tem sido muito parceiro, vem abrindo muitas portas para mim, está se formando uma amizade muito boa entre a gente. O colégio me ajuda quando preciso – emendou.

Em julho, Natália venceu a mesma prova no Brasileiro Juvenil, em Recife. Em 2020, ela foi, nas tomadas de tempo, tetracampeã brasileira nos 100m peito e 200m peito, além dos 200m medley e 400m medley.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos