Nadadora que teve o carro atingido por árvore deixa o hospital em SP

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A nadadora olímpica Larrisa Oliveira, 24, deixou o Hospital Albert Einstein, nesta segunda-feira (20), depois de ter o carro atingido por uma árvore, na região do Morumbi, zona oeste de São Paulo. Ela ficou 12 dias internada por conta de um ferimento na perna.

Segundo o Esporte Clube Pinheiros, Larissa se recupera bem da cirurgia e deverá retomar os treinos em dois meses. Após o acidente, o clube já tinha afirmado que não tem certeza se ela poderá disputar o Troféu Maria Lenk, que acontece em maio, no Rio.

O acidente com Larissa aconteceu no último dia 8, quando a atleta passava de carro pela marginal Pinheiros, perto da ponte do Morumbi. Ela tinha acabado de sair do treino e seguia para a faculdade, quando teve o carro atingido. Um galho provocou um corte na coxa direita dela.

Na hora do acidente, não chovia na região, embora tenha chovido bastante no dia anterior. A Secretaria de Segurança Urbana confirmou a queda de 43 árvores no dia do acidente, mas não detalhou sobre a que atingiu a atleta.

Larissa participou da delegação brasileira que disputou os Jogos Olímpicos do Rio, no ano passado. Ela participou de cinco provas nos Jogos: 100 e 200m livre, e nos revezamentos 4x100m medley, e 4x100 e 4x200 nado livre.

Ela também foi campeã mundial de piscina curta em Doha 2014, na prova de 4x50 medley misto, e é três vezes medalhista pan-americana. Foi prata no 4x200m livre e bronze no 4x100m livre e no 4x100m medley, nos jogos de Toronto 2015.