Após duas semanas, namorada de ator assassinado faz desabafo

Reprodução

RESUMO DA NOTÍCIA

  • Rafael Miguel e seus pais foram executados com 13 tiros no dia 9 de junho

  • Pai da namorada do ator é principal suspeito e está foragido; nas redes, ela desabafou

Depois de 15 dias da morte do ator Rafael Miguel, 22, vítima de um assassinato a tiros junto com seus pais, a namorada dele, Isabela Tibcherani, 18, foi às redes sociais para expressar o que tem sentido com a sua ausência.

Em texto grande e apaixonado, Isabela revela que a saudade só tem aumentado e que, até agora, não consegue aceitar o que aconteceu.

Leia também

"Amor da minha vida, 15 dias se passaram e ainda dói, dói demais. Tenho tentado, todos os dias, ocupar minha cabeça, estar perto de pessoas que me fazem bem, que cuidam de mim, assim como você fazia e gostaria que permanecesse sendo feito, mas, de verdade, hoje a dor veio tão forte, a saudade bateu tão intensa", começou.

"Não me vejo mais negando o fato mas, não vou compreender, jamais. Não paro de pensar na forma doce como me tratava, no seu olhar caridoso, no seu toque gentil, na sua voz, sua risada contagiante. Não paro de pensar em você. Eu sei que você não está numa viagem e vai voltar logo, eu sei que nada na vida jamais irá se comparar a nós, ao que tivemos, ao que você me proporcionou. Mas eu daria tudo, qualquer coisa, até mesmo algo que não tenho, só para ter você aqui comigo", escreveu.

"Vida, como eu te amo! Como te amei! Apesar de todas as adversidades, eu te amei desde o primeiro dia, desde o primeiro beijo! Encontramos, tão cedo, algo que as pessoas passam a vida procurando", completou.

Recentemente, ela fez uma tatuagem em homenagem ao namorado com os dizeres, em inglês, "juntos para sempre".

O caso

O ator Rafael Henrique Miguel, 22 anos, que interpretou a personagem "Paçoca" na novela infantil Chiquititas, exibida pelo SBT, e seus pais foram mortos a tiros na tarde do domingo (9), no bairro Pedreira (zona sul da capital), quando iriam visitar a namorada do artista.

Segundo o boletim registrado pela polícia, o ator, acompanhado de seus pais, João Alcisio Miguel, de 52 anos, e Miriam Selma Miguel, 50, foram até a casa de sua namorada para conversar com o pai dela sobre o namoro, por volta das 14h.

As vítimas foram recepcionadas pela mãe e pela namorada de Miguel. Quando a família era recepcionada, o pai da garota, um comerciante de 48 anos, teria chegado com uma arma e, em seguida, atirado contra as três vítimas, que aguardavam no portão da casa do atirador.

As vítimas morreram no local. Após os disparos, o suspeito fugiu, segundo a polícia. A motivação do crime ainda é investigada.

A SSP (Secretaria da Segurança Pública), gestão João Doria (PSDB), disse que o caso é investigado pelo 98º DP (Jardim Miriam). "As equipes estão em diligência para localizar e prender o autor do crime", diz trecho de nota.

Da FOLHAPRESS