Namorada de Rafael Miguel nega abusos sexuais do pai

Reprodução

Isabela Tibcherani, namorada do ator Rafael Miguel, negou nesta terça (11) que tenha sofrido violência sexual de seu pai, Paulo Cupertino, na infância e na adolescência. Ele é o principal suspeito da morte de Rafael e dos pais do ator, João Miguel e Miriam Miguel.

Mais sobre o caso

A declaração foi concedida durante o programa Balanço Geral, da Record TV. Aos prantos, ela atendeu uma ligação de Reinaldo Gottino, apresentador da atração, e falou sobre as acusações que o pai tem sofrido.

"Sei que é um pouco chato fazer essa pergunta para você. Isabela, depois que a gente descobriu tudo sobre seu pai, uma pergunta fica no ar: você sofreu abuso sexual, você sofreu alguma violência por parte do seu pai, além dessa opressão, dessa prisão que você viveu dentro da sua casa?", perguntou Gottino.

A menina, extremamente emocionada, negou qualquer violência sexual, atribuindo ao pai apenas abusos psicológicos: "O único abuso foi abuso psicológico, agressão psicológica só, e física, mas abuso sexual não”.

Leia também

Além da relação com o pai, o apresentador questionou a menina sobre como ela tem lidado com sua mãe, Vanessa, que segundo a filha está contra ela após a morte.

"Eu cheguei a mandar uma mensagem para ela ontem. Ela estava falando com uma amiga minha, perguntando sobre mim, dizendo que estava preocupada, e eu decidi respondê-la e dizer que não estou com raiva de ninguém, não. Está tudo bem, eu quero que ela se proteja junto com meu irmão, só isso. Para eles ficarem bem. Ela está mal também, não posso ficar crucificando-a por algo que ela não tem culpa”, afirmou.

O caso

O ator Rafael Miguel, conhecido por interpretar o personagem Paçoca no remake ’Chiquititas’, do SBT, morreu na tarde deste domingo (9), em Pedreira, na zona sul de São Paulo. O jovem de 22 anos foi assassinado junto com seus pais, João Alcisio Miguel, de 52 anos, Miriam Selma Miguel, de 50.

A família estava na casa da namorada de Rafael, Isabela Tibcherani, 18, quando foram mortos pelo pai da jovem, o comerciante Paulo Curpertino Matias, de 48, que chegou armado no local.

O crime teria sido motivado por ciúmes. De acordo com informações divulgadas pelo jornalista por Luiz Bacci em suas redes sociais, o pai de Isabela era possessivo e não permitia o namoro.

Em nota, a assessoria da Segurança Pública de São Paulo diz:

“João Alcisio Miguel, de 52 anos, Miriam Selma Miguel, de 50, e Rafael Henrique Miguel, de 22, morreram após serem baleados, por volta das 13h55 de domingo (9), na Estrada do Alvarenga, no bairro Pedreira, na zona sul da Capital. O caso é investigado pelo 98º Distrito Policial (Jardim Miriam) e as equipes estão em diligência para localizar e prender o autor do crime."