Namorado de ciclista morta atropelada por BRT presta homenagem: 'Minha eterna namorada'

"Minha eterna namorada", diz um trecho escrito por Marcelo Farnesi nas redes sociais de uma homenagem feita para Rosângela Nogueira, a ciclista que morreu atropelada por um BRT na última sexta-feira, dia 20. Horas antes do acidente, a carioca publicou um vídeo com vários momentos ao lado do amado e ao som da música "Tempos modernos", de Lulu Santos. "Não há tempo que volte amor, vamos viver tudo que há para viver. Vamos nos permitir", dizia o trecho destacado.

Ciclista morre na Taquara após ser atropelada por BRT no corredor Transcarioca

‘Foi um filme de terror', diz idosa que ficou ferida em acidente em escada rolante o metrô

"Eu te amo demais, como nunca amei ninguém. Descanse em paz minha eterna namorada", escreveu Marcelo, que postou uma foto do casal ao som de "O sonho não pode acabar", de Dhema.

Caso Marielle: Cláudio Castro aceita a ajuda da PF oferecida por Flávio Dino

Os dois se conheceram no segundo semestre do ano passado e trocavam declarações apaixonadas constantes. A ciclista levou até o namorado para acompanhar o seu ritmo.

"Muito bom pedalar. Foram 31 quilômetros e logo chegarei ao meu objetivo de acompanhar minha galera do pedal. Também, com essa gata me treinando, tinha que dar bom, correto?", brincou Marcelo ao publicar uma foto com Rosângela.

Rosângela estava no corredor Transcarioca do BRT, na Taquara, Zona Oeste do Rio, quando foi atropelada. Ela foi levada pelo Corpo de Bombeiros com ferimentos graves para o Hospital Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca. Em nota, a direção do hospital informou que a paciente já chegou à unidade sem vida.

A Mobi-Rio, concessionária responsável pela administração do coletivo, informou por meio de nota que escutou o motorista e testemunhas que afirmaram que a ciclista teria atravessado a pista exclusiva com o sinal verde para o articulado, entre as estações Merck e André Rocha. A ocorrência foi registrada na 32ª DP (Taquara). "A MOBI-Rio lamenta o ocorrido e informa que sempre alerta para os perigos de invasão à pista exclusiva", diz o trecho da nota.

A ciclista deixa dois filhos e o corpo será velado no Cemitério Jardim da Saudade, no Jardim Sulacap, na Zona Oeste do Rio.