Não há registro de que Lula disse que obrigará famílias a compartilharem casas

Ex-presidente e pré-candidato à Presidência Luiz Inácio Lula da Silva (PT) discursando em evento em Salvador, Bahia, em 2 de julho de 2022 (Foto: AFP via Getty Images Rafaela Araujo)
Ex-presidente e pré-candidato à Presidência Luiz Inácio Lula da Silva (PT) discursando em evento em Salvador, Bahia, em 2 de julho de 2022 (Foto: AFP via Getty Images Rafaela Araujo)
  • Usuários afirmam que o pré-candidato e ex-presidente Lula tem projeto de obrigar famílias a dividirem casas com mais de 65 metros quadrados

  • Segundo publicações, medida seria a mesma supostamente adotada por Gustavo Petro na Colômbia

  • É falso, contudo, que promessa tenha sido feita tanto por Petro quanto por Lula

Dezenas de publicações alegam que o pré-candidato à Presidência e ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) teria um projeto de implementar uma lei que "quem tem casa acima de 65 metros quadrados" a "abrigar outra família". De acordo com os conteúdos, Gustavo Petro – presidente eleito na Colômbia no último mês de junho – já teria implementado a regra, o que é falso. Não há registro de que Petro nem Lula tenham prometido isso.

Captura de tela de uma publicação afirmando que Lula teria supostamente um projeto de dividir casas com mais de 65 metros quadrados (Foto: Facebook / Reprodução)
Captura de tela de uma publicação afirmando que Lula teria supostamente um projeto de dividir casas com mais de 65 metros quadrados (Foto: Facebook / Reprodução)

O conteúdo sobre Gustavo Petro já havia sido verificado por outras agências de checagem (1, 2), que concluíram que o presidente colombiano não fez tal promessa.

Uma busca no Google não encontrou notícias sobre uma suposta promessa de Lula para obrigar pessoas cujas casas sejam maiores do que 65 metros quadrados a abrigarem outras famílias.

No perfil oficial do ex-mandatário no Twitter, igualmente não foram identificadas publicações do ex-presidente mencionando as palavras-chave "casa" e "65 ou 65 metros ou 65 m2".

Também não foram encontradas publicações de Lula no Twitter que tenham sido excluídas. Tal pesquisa foi feita por meio do Projeto 7c0 – conta automatizada no Twitter que monitora e publica tuítes apagados por atores políticos.

Em relação à moradia, o documento com as diretrizes do programa de governo da chapa Lula-Alckmin, lançado no último dia 21 de junho, menciona apenas:

"Voltaremos a ter um amplo programa de acesso à moradia, com mecanismos de financiamento adequados a cada tipo de público. Ter uma moradia digna, proteção primeira da família, é um direito de todos e todas e um requisito para um Brasil desenvolvido e soberano".

Não foram identificadas no programa, no entanto, menções a projetos que obrigarão famílias a dividirem suas casas.

Procurada, a assessoria de imprensa de Lula negou a veracidade do conteúdo que circula nas redes e afirmou que "o povo viveu o governo Lula, que fez milhões de casas, não tirou de ninguém".

Outras declarações falsas atribuídas ao ex-presidente Lula já foram verificadas pela reportagem do Yahoo! Notícias, como sobre o suposto corte 13º salário de professores e sobre adoção de pronome neutro na Bíblia.

Conteúdo semelhante foi verificado pelo Boatos.org.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos