"Não se deve misturar ciência com religião", diz ministro da Ciência a rádio

O ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes (Fátima Meira/Futura Press)

O ministro de Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, disse que “não se deve misturar ciência com religião” ao comentar uma nova polêmica envolvendo a Damares Alves. Em entrevista ao jornal da CBN, na manhã desta quinta-feira, o astronauta saiu em defesa do evolucionismo após a ministra afirmar, em vídeo, que os evangélicos perderam espaço na história quando deixaram a Teoria da Evolução entrar nas escolas.

Leia mais:
Vendedor acusa Damares de agressão e vai à PGR contra ministra
A internet não perdoou o papo de que meninos vestem azul e meninas, rosa

“Ela deve ter falado isso em algum tipo de contexto que eu não sei exatamente. Mas, do ponto de vista da ciência, são muitas décadas de estudo para formar a teoria da evolução”, disse à rádio. E acrescentou: “Não se deve misturar ciência com religião, na minha opinião.”

Pontes afirmou que a educação “é a base de tudo e não pode ser desassociada da Ciência e Tecnologia” e sinalizou a necessidade de ajustes em investimentos na área de pesquisa após cortes no orçamento da pasta.

“O CNPQ é essencial em pesquisa básica. É um dos nossos motores. Esse problema será tratado ao longo do ano”, disse.