'Não tem nada que justifique preocupação', diz Rui Costa sobre ministra do Turismo

Daniela Carneiro é acusada de manter elo político com chefes de milícias no Rio de Janeiro

Rui Costa, ministro da Casa Civil (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
Rui Costa, ministro da Casa Civil (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
  • Ministro Rui Costa falou com jornalistas após a primeira reunião ministerial do governo Lula;

  • Jornalista perguntou se posição de Daniela Carneiro no governo continua a mesma;

  • Ministra do Turismo é acusada de manter elo político com chefes de milícias no Rio de Janeiro.

O ministro da Casa Civil, Rui Costa, disse nesta sexta-feira (6) que não há nada que justifique preocupação do governo em relação a polêmica envolvendo a ministra do Turismo, Daniela Carneiro (União Brasil), e milicianos no Rio de Janeiro.

A declaração de Rui Costa aconteceu após a primeira reunião ministerial do governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT). O presidente e seus 37 ministros se reuniram no Palácio do Planalto, em Brasília, na manhã de hoje.

Daniela Carneiro protagoniza o primeiro desgaste no novo governo. Ela é acusada de manter elo político com chefes de milícias no Rio de Janeiro.

Em 2018, Daniela fez campanha ao lado de Juracy Alves Prudêncio, o Jura, miliciano condenado por homicídio.

Em 2022, Fábio Augusto de Oliveira Brasil, conhecido como Fabinho Varandão, também pediu votos para Daniela. Ele é réu por extorsão e porte ilegal de arma de fogo e acusado de chefiar um grupo que ameaçava moradores e explorava serviços clandestinos de internet em bairros de Belford Roxo.

A assessoria de Daniela declarou que ela recebeu apoio em vários municípios na campanha de 2018 e que isso não significa que compactue com qualquer apoiador que tenha cometido ato ilícito.

Segundo Rui Costa, esse assunto não foi abordado na reunião ministerial.

"Esse assunto não tem nada relevante, substantivo que justifique qualquer preocupação, neste momento, do governo. E, portanto, isso não está na agenda do governo", disse.

Como estão sendo os primeiros dias do governo Lula?