Narcotraficante colombiano Otoniel se declara culpado nos EUA

O narcotraficante colombiano Dairo Antonio Úsuga David, conhecido como "Otoniel", se declarou culpado nesta quarta-feira (25) perante um tribunal de Nova York das acusações de tráfico de cocaína, pelas quais foi extraditado para os Estados Unidos, confirmou a AFP.

Em audiência perante a juíza Dora Irizarry, Úsuga se declarou culpado de três acusações: atividade criminosa continuada, formação de quadrilha para fabricar e distribuir cocaína, além de formação de quadrilha marítima para tráfico de drogas, apresentada por um tribunal da Flórida.

A soma das sentenças de cada acusação pode levá-lo a passar o resto dos dias na cadeia se a juíza não levar em conta o fato de o réu ter admitido sua culpa, evitando assim um longo julgamento.

Mesmo assim, Úsuga terá que passar 5 anos em liberdade condicional uma vez concluída a sentença, além de ver US$ 216 milhões de sua fortuna confiscados e pagar multas que podem chegar a US$ 22 milhões.

Os promotores do Brooklyn acusaram Úsuga e o Clã do Golfo de trazer ilegalmente pelo menos 73 toneladas de cocaína para os Estados Unidos entre 2003 e 2012.

Úsuga era a pessoa mais procurada na Colômbia até ser preso em outubro de 2021 no noroeste do país após uma operação militar em grande escala.

"Com a confissão de culpa de hoje, o reinado sangrento do narcotraficante colombiano mais violento e significativo desde Pablo Escobar acabou", disse Breon Peace, procurador do Distrito Leste de Nova York.

af/gm/am/mvv