Narguilé é pior que cigarro?

Imagine fumar 100 cigarros em pouco mais de uma hora. Parece terrível, né? Mas é, mais ou menos, o que você consome em uma sessão média de narguilé.

Assista também

O aroma e o sabor adocicado enganam e dão a essa herança oriental um ar inofensivo e amigável. Mas fique sabendo que o narguilé contém todas as 4700 substâncias tóxicas presentes no cigarro, em níveis até mais altos.

Por não conter filtro, o usuário inala uma quantidade de monóxido de carbono até 30 vezes maior.

Além dos pobres fumantes passivos, que ficam expostos a um ambiente que equivale a 10 pessoas fumando cigarro ao mesmo tempo.

Segundo a American Heart Association, o narguilé pode alterar no curto prazo a frequência cardíaca, o controle da pressão arterial, a oxigenação dos tecidos e a função vascular.

No longo prazo, o consumo pode causar câncer de pulmão e bexiga, doença coronariana e aterosclerose, que é o acúmulo de colesterol nas artérias.

“Ah, mas eu não trago a fumaça”. Mesmo assim, a quantidade de fumaça que passa pela boca já é suficiente para causar câncer na cavidade oral.

E tem mais: o compartilhamento dos bocais também pode ajudar na transmissão de herpes, hepatite C e tuberculose. Sem contar no coronavírus. Mas convenhamos que você já não deveria estar dando um rolezinho para fumar um “nargas” hoje em dia, né?