Nasa aceita cientistas chineses de conferência de astronomia

A agência havia rejeitado o pedido de participação de cientistas chineses a um colóquio de astronomia que acontecerá em novembro na Califórnia

A Nasa, a agência espacial americana, anulou a decisão de excluir cientistas chineses de uma conferência de astronomia, após uma ameaça de boicote de astrônomos americanos.

A agência havia rejeitado o pedido de participação de cientistas chineses a um colóquio de astronomia que acontecerá em novembro na Califórnia.

A decisão foi justificada pelos organizadores com uma lei adotada em março de 2013, que impede a visita às instalações da Nasa de cidadãos de vários países, entre eles a China.

Mas um comitê da Nasa escreveu aos seis astrônomos chineses para informar que mudou de posição, revelou a agência estatal Xinhua.

A decisão inicial da Nasa havia provocado irritação da comunidade científica e vários astrônomos americanos de prestígio, como Debra Fischer, da Universidade de Yale, organizaram um boicote à conferência.

O ministério das Relações Exteriores de Pequim havia classificado o veto como "discriminatório" e afirmado que as reuniões acadêmicas deveriam estar à margem da política.

A conferência acontecerá de 4 a 8 de novembro em um centro da NASA na região norte da Califórnia.