NASA: Artemis 1 já tem nova data de lançamento; confira

Novo lançamento da Artemis 1 acontecerá dia 14 de novembro, uma segunda-feira (JIM WATSON/AFP via Getty Images)
Novo lançamento da Artemis 1 acontecerá dia 14 de novembro, uma segunda-feira (JIM WATSON/AFP via Getty Images)
  • "Se não estivéssemos confiantes, não lançaríamos", disse a NASA;

  • Objetivo da missão é estabelecer uma presença humana na Lua;

  • Artemis 1 já passou por diversos problemas e atrasos em seu lançamento.

A NASA afirmou que a próxima tentativa de lançamento da missão Artemis 1 já tem data para acontecer: 14 de novembro, uma segunda-feira. Apesar dos desafios, a agência espacial afirmou que está confiante no sucesso.

Artemis 1 consiste no lançamento da espaçonave Orion através do foguete Space Launch System (SLS). O objetivo da missão é sobrevoar a Lua como forma de testar os sistemas autônomos da espaçonave, coletar dados de voos e testar este escudo térmico pela primeira vez em um processo de reentrada.

A ideia geral da missão Artemis é retornar com a presença humana na Lua, criando uma base permanente no solo do satélite, que servirá de ponto de lançamento para futuras missões da NASA a Marte, que estão programadas para acontecer em 2040. Além da base, que será localizada no Pólo Sul lunar, também está planeada uma nova estação espacial na órbita da Lua.

Só que por enquanto o lançamento da primeira etapa, Artemis 1, viu atrasos e falhas. O SLS já esteve na plataforma de lançamento três vezes, uma vez em março e junho para testes de abastecimento de pré-lançamento e novamente em meados de agosto para duas tentativas de lançamento abortadas. Em setembro o foguete foi levado de volta para o Armazém de Montagem de Veículos da NASA para se proteger do furacão Ian.

Apesar desses contratempos, os funcionários da NASA enfatizaram no briefing de hoje que estão por trás do novo cronograma da missão, que visa uma tentativa de lançamento à 01:07 (horário de Brasília) em 14 de novembro.

"Se não estivéssemos confiantes, não lançaríamos. Se não estivéssemos confiantes, não iniciaríamos a contagem regressiva. Estamos confiantes em avançar", disse Jim Free, administrador associado da Diretoria da Missão de Desenvolvimento de Sistemas de Exploração na sede da NASA.

"Quero refletir sobre o fato de que esta é uma missão desafiadora", disse Free a repórteres. "Vimos desafios apenas para fazer todos os nossos sistemas funcionarem juntos. E é por isso que fazemos um teste de voo. Trata-se de ir atrás de erros que não podem ser previstos. E estamos aprendendo ao assumir mais riscos nesta missão antes de colocarmos a tripulação lá."