Nasa lança missão inédita para desvio de asteroide a 11 milhões de km da Terra

·2 min de leitura

A Nasa lançou na noite desta terça-feira (23), às 22h21 pelo horário do Pacífico (3h21 de quarta-feira em Brasília), sua primeira operação de defesa para tentar desviar a trajetória de um asteroide. A missão da agência espacial americana, batizada de Dart, decolou da base de Vandenberg, na Califórnia (EUA), a bordo do foguete Falcon 9, da Space X. Como o asteroide alvo não representa uma ameaça para a Terra, alguns cientistas consideram que este é apenas um ensaio geral para situações similares.

A sonda enviada pela agência espacial americana visa atingir um asteroide a 11 milhões de quilômetros da Terra, tentando desviar sua trajetória ao final de uma viagem que irá durar dez meses. Esta é uma missão sem precedentes, destinada a testar a defesa planetária. “Asteroide Dimorphos, estamos indo ao seu encontro”, tuitou a Nasa após o lançamento.

Dart (Double Asteroid Redirection Test ou Teste de Redirecionamento de Asteroide Duplo em português) dispõe de uma sonda do tamanho de um pequeno carro, que foi lançada para iniciar sua viagem poucos minutos depois da decolagem do foguete Falcon 9. O alvo de Dart é Dimorphos, um pequeno asteroide de 160 metros de diâmetro, que é satélite de Didymos, um asteroide maior, com 800 metros de diâmetro. Essas dimensões são irrelevantes em comparação, por exemplo, ao Chicxulub, que atingiu a Terra há 66 milhões anos, causando a extinção dos dinossauros.

A Nasa envia Dart contra Dimorphos a uma velocidade de 24 mil km/hora, testando a capacidade da sonda de alterar a trajetória do asteroide pela energia cinética. O impacto deve ocorrer entre 26 de setembro e 1º de outubro de 2022, quando o par de corpos celestes estará a 11 milhões de km da Terra, o ponto mais próximo que podem chegar.


Leia mais

Leia também:
Missão da Nasa a asteroides de Júpiter poderá explicar origem do sistema solar
‘Experiência única’: bilionário britânico vai ao espaço e inaugura era do turismo estelar
SpaceX: Quatro astronautas voltam à Terra após mais de 160 dias na ISS

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos