NASA lança foguete Artemis I para a Lua; veja vídeo

NASA lança foguete Artemis I para a Lua; veja vídeo. REUTERS/Joe Skipper
NASA lança foguete Artemis I para a Lua; veja vídeo. REUTERS/Joe Skipper
  • Artemis I: foguete foi lançado esta semana pela NASA;

  • "Este foguete custou muito suor e lágrimas", disse o chefe da NASA, Bill Nelson;

  • A previsão é de que, a partir de 2025, a Nasa envie astronautas para uma estadia perto do polo sul da Lua.

O foguete SLS, da missão Artemis I, foi lançado em direção à Lua nesta quarta-feira. Mesmo com atrasos na operação, a missão foi realizada com sucesso. "Este foguete custou muito suor e lágrimas", disse o chefe da NASA, Bill Nelson.

Neste momento, o foguete leva uma capsula vazia. Mas a previsão é de que, a partir de 2025, a Nasa envie astronautas para uma estadia de uma semana perto do polo sul da Lua. A tripulação terá a primeira mulher e a primeira pessoa negra a pisarem no satélite da Terra.

Artemis 1 consiste no lançamento da espaçonave Orion através do foguete Space Launch System (SLS). O objetivo da missão é sobrevoar a Lua como forma de testar os sistemas autônomos da espaçonave, coletar dados de voos e testar este escudo térmico pela primeira vez em um processo de reentrada.

A ideia geral da missão Artemis é retornar com a presença humana na Lua, criando uma base permanente no solo do satélite, que servirá de ponto de lançamento para futuras missões da NASA a Marte, que estão programadas para acontecer em 2040. Além da base, que será localizada no Pólo Sul lunar, também está planeada uma nova estação espacial na órbita da Lua.

Nas primeiras tentativas, a NASA teve atrasos e falhas: o SLS já esteve na plataforma de lançamento três vezes, uma vez em março e junho para testes de abastecimento de pré-lançamento e novamente em meados de agosto para duas tentativas de lançamento abortadas. Em setembro o foguete foi levado de volta para o Armazém de Montagem de Veículos da NASA para se proteger do furacão Ian.

Apesar desses contratempos, os funcionários da NASA enfatizaram no briefing de hoje que estão por trás do novo cronograma da missão, que visa uma tentativa de lançamento à 01:07 (horário de Brasília) em 14 de novembro.

"Se não estivéssemos confiantes, não lançaríamos. Se não estivéssemos confiantes, não iniciaríamos a contagem regressiva. Estamos confiantes em avançar", disse Jim Free, administrador associado da Diretoria da Missão de Desenvolvimento de Sistemas de Exploração na sede da NASA.