NASA revela foto do "James Webb" de galáxias com mais de 13 mil milhões de anos

A NASA revelou, esta segunda-feira, na Casa Branca, a primeira imagem científica e colorida do telescópio James Webb, o mais poderoso telescópio espacial alguma vez construído.

Perante os olhos do presidente Joe Biden, que considerou o dia "histórico", e do mundo, foi revelada a imagem mais distante do universo alguma vez captada. Nela é possível ver as primeiras galáxias formadas logo após o Big Bang, há mais de 13 mil milhões de anos

"É uma nova janela para a história do nosso universo. E hoje vamos ter um vislumbre da primeira luz a brilhar através dessa janela. Luz de outros mundos, estrelas em órbita muito para além do nosso mundo, acho espantoso quando li isso", afirmou o líder dos Estados Unidos da América.

O James Webb (JWST), avaliado em 10 mil milhões de dólares, foi lançado em dezembro do ano passado e é visto como o sucessor do famoso Telescópio Espacial Hubble.

Tem como missão realizar todo o tipo de observações nos céus e dois objetivos bem definidos: tirar fotografias das primeiras estrelas a brilhar no Universo e sondar planetas longínquos para ver se podem ser habitáveis.

Após a primeira fotografia, seguem-se mais quatro registos em que a NASA dará a conhecer um pouco mais da beleza galática fora do nosso sistema solar.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos