Nasdaq recua com alta dos rendimentos de títulos

Shashank Nayar e Medha Singh
·1 minuto de leitura
Bolsa de Nova York

Por Shashank Nayar e Medha Singh

(Reuters) - O S&P 500 recuava de uma máxima recorde nesta quinta-feira enquanto o Nasdaq perdia mais de 1%, uma vez que os rendimentos dos títulos dos Estados Unidos alcançaram máxima de 14 anos após o Federal Reserve prometer tolerar a inflação, mantendo a política monetária frouxa até 2023.

O rendimento do título referencial de 10 anos ultrapassou 1,75% pela primeira vez desde janeiro de 2020, pressionando empresas de alto crescimento como Apple Inc, Facebook Inc, Netflix Inc, Amazon.com Inc e Microsoft Corp, que caíam entre 1,2% e 1,6%.

As ações de tecnologia são particularmente sensíveis ao aumento dos rendimento porque seu valor depende de balanços futuros, que têm descontos mais fortes quando os retornos dos títulos sobem.

O Dow Jones atingiu outra máxima recorde um dia depois de o Fed projetar o crescimento mais forte nos EUA em 40 anos conforme a crise da Covid-19 diminui, e repetiu a promessa de manter os juros perto de zero por anos.

Mas as opiniões entre as 18 autoridades do Fed mudou um pouco, com quatro agora esperando que os juros possam precisar subir no próximo ano e sete vendo uma alta em 2023.

Às 11:40 (horário de Brasília), o índice Dow Jones subia 0,32%, a 33.121 pontos, enquanto o S&P 500 perdia 0,609443%, a 3.950 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq recuava 1,64%, a 13.303 pontos.