Qualcomm e ações de tecnologia impulsionam S&P 500 e Nasdaq a máximas recordes

·1 min de leitura
Traders trabalham no pregão da NYSE em Nova York

Por Devik Jain e Shashank Nayar

(Reuters) - Os índices S&P 500 e Nasdaq atingiram máximas recordes nesta quinta-feira, sustentados por uma série de balanços estelares, conforme investidores deixavam de lado os primeiros passos do Federal Reserve em direção à redução de seu estímulo da era da pandemia.

As ações da Qualcomm disparavam 12,6%, após a fabricante de chips prever lucro e receita melhores do que o esperado para o trimestre atual com o aumento da demanda por chips usados em telefones, carros e outros dispositivos conectados à Internet.

A Booking Holdings saltava 3% depois de a agência de viagens online divulgar resultados trimestrais positivos.

Enquanto isso, a Electronic Arts e a rival Take-Two Interactive Software avançavam 2,8% e 3,8%, respectivamente, depois de elevarem suas previsões de vendas ajustadas para 2021 em meio ao forte momento dos games.

Seis dos 11 principais setores do S&P tinham alta no início do pregão, com as ações de energia, consumo não essencial e tecnologia subindo mais de 1% cada.

Grandes bancos, como JPMorgan Chase & Co e Bank of America, caíam mais de 1%, enquanto o índice bancário do S&P 500 perdia 1,7%.

Na quarta-feira, o anúncio amplamente esperado pelo Fed de seu plano de começar a reduzir suas compras mensais de títulos a partir deste mês --ao mesmo tempo que permanece paciente com o aumento dos juros-- também favoreceu clima positivo no mercado.

Às 12:01 (horário de Brasília), o índice Dow Jones caía 0,21%, a 36.081 pontos, enquanto o S&P 500 ganhava 0,4375%, a 4.681 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq avançava 0,86%, a 15.948 pontos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos