Natal e Ano Novo papais ocorrerão em locais fechados devido ao coronavírus

Philip Pullella
·1 minuto de leitura
.

Por Philip Pullella

CIDADE DO VATICANO (Reuters) - O papa Francisco lerá sua mensagem de Natal de dentro do Vaticano, e não na sacada central ao ar livre da Basílica de São Pedro, por causa das restrições do coronavírus em vigor na Itália, informou o Vaticano nesta terça-feira.

Além da mensagem natalina "Urbi et Orbi" (Para a Cidade e o Mundo), cinco discursos que deveriam ser feitos de uma janela do Palácio Apostólico do Vaticano, na Praça de São Pedro, entre 26 de dezembro e 6 de janeiro também acontecerão em locais fechados.

As restrições impedirão as pessoas de irem à Praça de São Pedro. Os eventos papais serão transmitidos ao vivo pela internet e pela televisão.

Os italianos serão submetidos a um lockdown de âmbito nacional durante a maior parte dos feriados de Natal e Ano Novo. Comércios não essenciais ficarão fechados entre 24 e 27 de dezembro, entre 31 de dezembro e 3 de janeiro e entre 5 e 6 de janeiro. Nestes dias, as pessoas só poderão sair por motivos de trabalho, saúde ou emergências.

As regras restringirão o número de pessoas permitidas em grandes eventos papais dentro da Basílica de São Pedro, como a Missa da Véspera de Natal, as vésperas de Ano Novo, a Missa do Dia Mundial da Paz de 1º de janeiro e a Missa da Festa da Epifania de 6 de janeiro.

A Missa da Véspera de Natal começará às 19h30, duas horas mais cedo do que o normal, para permitir que o número limitado de espectadores esteja em casa até as 22h devido ao toque de recolher italiano.