Natal e Ano Novo sem festa: imprensa francesa destaca o fim de ano difícil dos franceses

·1 min de leitura

Os jornais franceses desta sexta-feira (17) já entram em ritmo de fim de ano, com o início do recesso escolar para muitos estudantes e das férias para trabalhadores de toda a França neste sábado (18).

"Bom dia, férias", diz a manchete do jornal Le Parisien, lembrando que "com uma taxa de incidência recorde "de Covid-19, e a greve de condutores de trem que deve bagunçar as viagens previstas para sexta-feira, "o clima de fim de ano não é de festa". O Le Parisien lembra que uma pesquisa publicada pelo cotidiano em novembro mostrou que 51% dos franceses pretendiam tirar uns dias de descanso no fim deste ano.

De acordo com Le Parisien, as dificuldades impostas pelo governo nesta quinta-feira (16) para viajantes vindos do Reino Unido fez com que milhares de britânicos cancelassem viagens para a França e que os franceses desistissem de viajar pela Europa, dando preferência para países mais distantes, como a República Dominicana. Após a neve que caiu na França nos últimos dias, muitos também optaram por passar uns dias nas montanhas, diz o jornal.

Ofensiva contra Airbnb

Ainda no clima de férias, o site do jornal Le Monde publica nesta sexta-feira uma reportagem sobre a ofensiva das cidades contra o Airbnb. Apesar do enorme sucesso comercial e financeiro, que fizeram da plataforma de hospedagem a primeira empresa mundial do turismo, cidades do mundo inteiro se organizam contra os preços exigidos nos aluguéis de curta duração.

Registro prévio


Leia mais

Leia também:
Franceses chegam ao final do ano sofrendo de fadiga pandêmica
Contra avanço rápido de ômicron, Holanda fecha escolas e Inglaterra instaura passaporte sanitário
Covid-19: início de vacinação de crianças de 5 a 11 anos divide médicos e famílias na França

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos