Natalie Portman borda no vestido nomes de diretoras esnobadas pelo Oscar 2020

Natalie Portman. Foto: Getty Images

Uma das maiores críticas feita às indicações do Oscar 2020 foi a ausência de mulheres na disputa por melhor direção. E, entre os nove título selecionados para melhor filme, apenas um tem uma diretora: Greta Gwerwig, de "Adoráveis mulheres". Espera-se, portanto, alfinetadas durante a cerimônia. Antes mesmo, porém, as críticas já surgiram no tapete vermelho do Dolby Theatre.

A atriz Natalie Portman decidiu bordar na capa do seu vestido os nomes das diretoras mulheres que foram esnobadas pela Academia neste ano. Além de Greta, são elas: Melina Matsoukas ("Queen & Slim"), Marielle Heller ("Um lindo dia na vizinhança"), Lorene Scafaria ("As golpistas"), Lulu Wang ("A despedida"), Mati Diop ("Atlantique"), Alma Har'el ("Honey boy") e Céline Sciamma, ("Retrato de uma jovem em chamas").

— Quis reconhecer todas as mulheres que não foram reconhecidas pelos seus trabalhos — disse a atriz, venedora do Oscar por "Cisne negro".