Naufrágio de dois barcos deixa doze mortos, sendo sete menores, na Colômbia

·1 minuto de leitura
Policial sobrevoa a cidade de Tumaco, na Colômbia, em 30 de dezembro de 2020.

Pelo menos doze pessoas morreram, entre elas sete menores, após o naufrágio de duas lanchas no município colombiano de Tumaco, na fronteira com o Equador, informaram autoridades locais neste domingo (31).

“Soubemos que dois barcos viraram e 35 pessoas foram resgatadas com vida. Dez adultos e três crianças estão atualmente em hospitais”, disse mais cedo à imprensa o contra-almirante José David Espitia, da Marinha Nacional.

"Temos um [balanço] consolidado neste momento de 12 pessoas (falecidas), entre elas sete menores de idade e cinco maiores", assegurou maria Emilsen Angulo, prefeita de Tumaco, município do Pacífico colombiano.

Os menores mortos tinham entre 3 e 16 anos, acrescentou.

E "há uma alta probabilidade de que ainda haja corpos sem vida", acrescentou Angulo.

O acidente ocorreu na tarde de sábado, quando os barcos navegavam entre Tumaco e a cidade de San José del Guayabo, no departamento (estado) de Nariño.

Detalhes sobre como ocorreu o naufrágio e a identidade das vítimas estão sob investigação.

lv/lda/jc/mvv