Nave Soyuz MS-01 aterrissa com sucesso no Cazaquistão

Moscou, 10 abr (EFE).- O módulo de descida da nave russa Soyuz MS-02, com três tripulantes a bordo, aterrizou nesta segunda-feira no Cazaquistão, informou o Centro de Controle de Voos Especiais (CCVE) da Rússia.

Na cápsula, retornaram à Terra os cosmonautas russos Andrei Rizhikov e Serguei Borisenko, além do americano Robert Shane Kimbrough, que cumpriram uma missão de 173 dias na Estação Espacial Internacional.

A MS-02, a segunda nave do novo modelo de Soyuz, aterrissou a cerca de 150 quilômetros ao sudeste da cidade de Dzhezkazgan.

"Há aterrissagem", anunciou o Centro de Controle de Voos russos às 14h20 hora de Moscou (8h20, em Brasília).

A bordo da Estação Espacial Internacional (EEI) ficaram outros três cosmonautas, o russo Oleg Novitski, a norte-americana Peggy Whitson e o francês Thomas Pesquet.

Para 20 de abril está previsto a decolagem, desde Baikonur (Cazaquistão), da nova missão da EEI, integrada desta vez por somente dois cosmonautas: o russo Fiodor Yurchijin e o americano Jack Fischer.

O outro lugar na nave Soyuz MS-04 será ocupado por uma carga de 70 quilogramas.

A EEI, um projeto no qual participam 16 nações, atualmente está integrada por 14 módulos permanentes e orbita a uma velocidade de mais de 27 mil quilômetros por hora a uma distância de 400 quilômetros da Terra.

A órbita da plataforma é elevada periodicamente com ajuda dos propulsores de naves acopladas a ela, já que a EEI perde diariamente entre 100 e 150 metros de altura devida à gravitação terrestre, a atividade solar e outros fatores.EFE