Neblina tóxica cobre Nova Délhi após festa de Diwali

·1 min de leitura
Neblina tóxica envolve Ghaziabad, perto de Nova Délhi, na Índia, em 5 de novembro de 2021 (AFP/Prakash Singh)

A capital indiana, Nova Délhi, foi envolta em uma densa névoa tóxica nesta sexta-feira (5), um dia depois da celebração do Diwali, o festival hindu das luzes, com inúmeras lamparinas a óleo e velas acesas durante toda noite e o lançamento de fogos de artifício, apesar de estar proibido.

Nas áreas mais poluídas, o nível médio de partículas nocivas de PM 2,5 ultrapassou 400, de acordo com o Índice de Qualidade do Ar. Este nível é 15 vezes mais elevado do que os limites de segurança diários recomendados pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

A Suprema Corte da Índia proibiu a venda de fogos de artifício em Nova Délhi e o governo local pediu à população que não os usasse para celebrar o Diwali, sem sucesso.

A fumaça de fogos de artifício, das lâmpadas a óleo e das velas, junto com as emissões industriais, de automóveis e incêndios agrícolas, produze uma densa névoa tóxica amarelo-acinzentada que toma Nova Délhi e outras cidades indianas no inverno.

Boa parte dos moradores da capital, de 20 milhões de habitantes, acredita que o governo não está fazendo o suficiente contra a poluição.

"Não apenas tossimos mais, como nossa garganta dói e estamos mais propensos a resfriados", disse Sandeep, de Nova Délhi, à AFP.

Em 2020, um relatório da ONG suíça IQAir revelou que 22 das 30 cidades mais poluídas do mundo estão na Índia. No mesmo ranking, Nova Délhi aparece como a capital mais poluída do planeta.

abh/stu/leg/lth/lch/sag/me/tt

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos