Motel que Nego do Borel 'sumiu' tem diárias de R$ 1,300 e quarto com piscina

Após deixar a mãe preocupadíssima com seu paradeiro, Nego do Borel foi encontrado em um famoso motel da Zona Norte do Rio de Janeiro acompanhadíssimo de duas mulheres. O cantor foi descoberto após a entrada da polícia no caso.

Hospedado no Hotel Corinto, um motel de luxo da cidade, ele estava acompanhado de duas mulheres e foi conduzido pela polícia até a Delegacia de Descoberta de Paradeiros (DDPA) do Rio de Janeiro e fez gestos obscenos para a imprensa ao chegar para depor.

Leia também:

Mas, como é o motel que o cantor estava enquanto foi considerado desaparecido? Com diferentes tipos de quartos, as diárias começam em R$ 270,00 para os mais simples e com garagem coletiva. O preço sobe para R$ 370,00 às sextas e sábado.

Quem quiser uma garagem privativa terá que desembolsar cerca de R$ 450,00 de domingo a quinta-feira e R$ 550,00 às sextas e sábado. Caso a escolha seja a suíte Atenas, o preço varia entre R$ 450,00 e R$ 550,00. Já a Corinto de R$ 600,00 a R$ 700,00.

Se você quer ter mais espaço, mais conforto, e receber mais gente, pode optar pelas suítes presidenciais. Eles possuem cinco para diferentes públicos e com diferentes decorações: Pandora, Afrodite, Hera, Zeus, Eros. Os valores variam de R$ 1.000,00 a R$ 1.300,00.

A Eros, por exemplo, possui 90m², piscina térmica com hidro e cascata, teto retrátil, sauna a vapor, 2 televisões smart de 58” e 50”, canais adultos, combate e premiere, amenidades O Boticário, cafeteira Nespresso, luz strobo para pista de dança e wi-fi para não ficar desconectado.

Caso, assim como o cantor, você quiser uma diversão a três, um clássico ménage, deve acrescentar meia diária ao ninho de prazer escolhido. Se for uma troca de casais ou uma brincadeira a quatro, não confundir com brincadeira de quatro, o valor dobra para a nova dupla. Borel pode ter gastado cerca de R$ 2 mil só com a diária.

Para além das brincadeiras sexuais dentro dos quartos, o Corinto também é referência em gastronomia para ninguém passar fome durante a diária. Pratos assinados por chefs incluem lagosta, carnes e risotos. Eles também possuem uma ampla carta de cervejas, vinhos e drinks. “Comer bem é sempre um prazer”, diz o estabelecimento.

Entenda o caso

Após mais de 24h com paradeiro desconhecido, Nego do Borel foi encontrado em um motel em Vila Isabel, zona norte do Rio de Janeiro, ao lado de duas mulheres. A informação, divulgada pelo SBT, foi confirmada pela delegada Helen Souto da Delegacia de Descoberta de Paradeiros.

A Polícia Civil do Rio de Janeiro passou algumas horas tentando localizar o cantor Nego do Borel, que teria desaparecido nas últimas 24h e desligado o celular. A polícia afirmou para o Yahoo! que as investigações sobre o caso estavam em andamento com a DDPA (Delegacia de Descoberta de Paradeiros).

O RJTV confirmou que a mãe de Nego do Borel, Roseli Viana Pereira, estava na delegacia por volta das 11h20 ao lado de Anderson Faria, empresário do funkeiro, para dar depoimento. Equipes de polícia fizeram uma busca pelo músico em Itacuruçá, onde ele teria sido visto pegando um barco ao lado de amigos.

A polícia não confirmou a existência de um boletim de ocorrência, e não deu mais detalhes sobre o depoimento da mãe de Nego do Borel, que fez um registro de desaparecimento na 42 DP do Recreio dos Bandeirantes, no Rio de Janeiro.

Entenda o caso de desaparecimento

Mãe de Leno Maycon Viana Gomes, o Nego do Borel, fez um registro de desaparecimento do cantor na 42ª DP (Recreio dos Bandeirantes), na noite desta segunda-feira, dia 4. Em depoimento na distrital, Roseli Viana Pereira informou que, pela manhã, o artista, chorando, disse que sairia de casa. Depois, ele ligou para um assessor agradecendo por tudo, “como se tivesse se despedindo”. O caso está sendo encaminhado para a Delegacia de Descoberta de Paradeiros (DDPA), na Cidade da Polícia.

Ainda de acordo com Roseli, Nego do Borel disse que a amava e pediu que ela não o impedisse de fazer o que ele queria. Ela não está conseguindo contato com o filho, pois o aparelho está desligado.

Expulsão de 'A Fazenda 13'

Nego do Borel foi expulso do reality show "A Fazenda 13" na tarde do dia 25 de setembro. O cantor está sendo investigado pela Polícia Civil de São Paulo por suspeita de estupro de vulnerável contra Dayane Mello depois da última festa na sede do programa.

Dayane Mello e Nego do Borel deitaram na mesma cama, porém, pelo fato da peoa estar bêbada, alguns participantes se preocuparam com a situação. Depois disso, a peoa se deitou na mesma cama que Nego do Borel, e Rico Melquiades disse que o cantor estava excitado por estar deitado com Day. O artista não gostou das acusações e pediu para ele parar. Na sequência, foi a vez de MC Gui pedir Dayane sair de perto de Nego.

Após a conversa, Mileide e Sthefanie colocaram a modelo na cama que era de Fernanda Medrado – que pediu para sair do programa. Porém, um tempo depois, a peoa voltou a se deitar com Nego. A produção do reality apagou as luzes e as câmeras focaram nas camas que estavam do outro lado do quarto, e não era possível ver Day e Nego do Borel.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos