Participantes negros do “Big Brother US” se unem e chegam juntos ao top 6

·1 minuto de leitura
Azah Awasum, Xavier Prather, Tiffany Mitchell, Kyland Young, Hannah Chaddha e Derek Frazier estão no Top 6 do
Azah Awasum, Xavier Prather, Tiffany Mitchell, Kyland Young, Hannah Chaddha e Derek Frazier estão no Top 6 do "Big Brother" dos Estados Unidos (foto: Divulgação/CBS)

A união faz a força até nos realities. Na 23ª temporada do “Big Brother” dos Estados Unidos os seis participantes negros se uniram e conseguiram chegar juntos ao top 6 da atração. Com isso, pela primeira vez na história, uma pessoa negra vencerá o programa.

Azah Awasum, Derek Frazier, Hannah Chaddha, Kyland Young, Tiffany Mitchell e Xavier Prather formaram a aliança Coockout para se protegerem durante todo o programa e conseguiram eliminar outros 10 participantes brancos e não brancos (asiiáticos e latinos) que entraram no confinamento.

Leia também:

Nos Estados Unidos a dinâmica é diferente do programa no Brasil e não há votação popular. Nas redes sociais eles tem atraído seguidores e críticos, como era de se esperar. Naquele país o racismo não é crime e discursos de ódio são protegidos pela constituição sob o pretexto da liberdade de fala e com isso eles têm sido atacados de promoverem “racismo reverso”, que não existe.

“Certamente há muito racismo expresso pelos fãs do ‘Big Brother’ ao longo dos anos, então vê-los responder dessa forma não é surpreendente. É decepcionante. Ao longo de 23 temporadas, este show teve mais do que sua cota de alianças totalmente brancas”, avaliou o o crítico de TV Andy Dehnart ao jornal “Los Angeles Time”.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos