Nelson Sargento dá nome ao Terreirão do Samba e Dominguinhos batizará rua no Estácio; Beija-Flor homenageia Laíla

·1 minuto de leitura

Três bambas do samba mortos recentemente, com uma diferença poucos dias acabam de ganhar homenagens à altura de sua importância. O Terreirão do Samba terá o nome do baluarte da Mangueira, Nelson Sargento, enquanto Dominguinhos do Estácio vai virar nome de rua no bairro da área central da Cidade que carregava como sobrenome artístico. O Barracão da Beija-Flor, na Cidade do Samba, será batizado com nome de Laíla.

Pelo decreto do prefeito Eduardo Paes, publicado nesta terça-feira, fica renomeado como Terreirão do Samba Nelson Sargento, o espaço localizado na Rua Benedito Hipólito, na Praça Onze. Na publicação, o prefeito considera que a homenagem partiu de uma iniciativa da Câmara Municipal e que “o samba agoniza, mas não morre”, fazendo referência à composição mais conhecida do mangueirense, morto por complicações da Covid-19, no dia 27 de maio, aos 96 anos. A Mangueira comemorou a homenagem nas redes sociais.

Já a homenagem a Dominguinhos foi publicada nesta quarta-feira, sem definir que logradouro do bairro do Estácio ganhará o nome do intérprete. Ele morreu no dia 30 do mesmo mês, aos 79 anos, vítima de uma hemorragia cerebral. Domingos da Costa Ferreira começou a atuar como intérprete na década de 1950 na Unidos de São Carlos, hoje Estácio de Sá. Também atuou em outras escolas como Viradouro e Imperatriz Leopoldinense.

Beija-Flor homenageia Laíla

A Beija-Flor de Nilópolis resolveu homenagear Luiz Fernando Ribeiro do Carmo, o Laíla, que também morreu em junho, vítima da Covid-19, dando o nome do diretor de carnaval ao barracão da escola na Cidade do Samba, onde ele trabalhou por 30 anos. O tributo partiu do presidente da azul e branco de Nilópolis, Almir Reis, com apoio do presidente de honra, Anísio Abraão David.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos