Nenê e Alex Teixeira marcam, e Vasco vence clube de David Beckham nos Estados Unidos

Após a derrota por 3 a 0 para o River Plate-ARG em Orlando, o Vasco de Maurício Barbier tinha quase como obrigação vencer o frágil Inter Miami. Não deu outra. O cruz-maltino confirmou o favoritismo e venceu a equipe que pertence ao ex-jogador David Beckham por 3 a 0, gols marcados por Nenê, Alex Teixeira e Figueiredo.

Esse foi o segundo e último amistoso dos vascaínos nos Estados Unidos. Josh Wander, Steve Pasko, Juan Arciniegas, Nicolas Maya e demais integrantes da 777 Partners estiveram acompanhando a partida.

Entre as novidades, o Vasco foi escalado com três mudanças: Ivan, Jair e Eguinaldo entraram nos lugars de Alexander, Figueiredo e Erick Marcus. Jair foi quem chamou mais atenção. Ele havia entrado bem contra o River Plate e parece ter ganho a vaga de Figueiredo.

Não demorou para o Vasco abriu o placar. Aos 27 minutos, Eguinaldo roubou a bola de Yedlin e rolou para o meia da área onde Nenê bateu firme para abri o placar.

Se o Vasco ainda não está na sua melhor forma física, o Inter Miami está mais distante ainda. A última vez que o clube entrou em campo foi em outubro de 2022. O jogador mais conhecido era o volante Gregore, ex-Bahia. Além da diferença técnica, a física começou a ficar evidente com o passar do tempo.

A boa notícia foi o goleiro Ivan, que apesar de não ter sido muito exigido, apareceu bem quando necessário. Em um dos lances, MirandAa errou e entregou a bola nos pés do Azcona, que passa pelo zagueiro e entrou no mano a mano com o goleiro, que fez uma linda defesa.

Teve tempo de Alex Teixeira deixar a sua marca. No segundo tempo, uma lambança do Inter Miami. Marsman bateu tiro de meta curto com Mabika, que devolveu a bola para ele, e o goleiro não dominou. Alex Teixeira veio em velocidade e só empurrou para o gol vazio.

No fim, Figueiredo, que entrou como atacante, na sua posição de origem, mostrou ao tecnico Maurício Barbieri que atua melhor quando não é improvisado. Foi dele o terceiro gol, que decretou a vitoria cruz-maltina.