Nenê evolui em tratamento de lesão e se aproxima de retorno ao Fluminense

Marcello Neves
·2 minuto de leitura
Foto: Guito Moreto / Agência O Globo
Foto: Guito Moreto / Agência O Globo

O Fluminense está próximo de ter um retorno importante para a sequência do Campeonato Brasileiro. O meio-campista Nenê deixou o departamento médico e iniciou a transição para o campo. Além dele, o atacante Fernando Pacheco vive a mesma situação. Eles são dúvida para o jogo do próximo domingo, contra o Grêmio, às 20h30 (de Brasília), no Maracanã, pela 20ª rodada.

Recuperado de uma lesão muscular na coxa esquerda, Nenê até brincou nas suas redes sociais sobre o retorno.

“Coming back (voltando)”, escreveu Nenê.

Nesta semana, o meia e o Fernando Pacheco realizaram trabalhos leves no gramado do CT Carlos Castilho. O técnico Odair Hellmann ainda comandará mais dois treinamentos, hoje e amanhã, e avaliará o estado físico dos atletas. A tendência é que, se forem relacionados, eles comecem no banco de reservas. Já nas rodadas seguintes, as possibilidade s de retorno aumentam.

Nenê sofreu uma lesão na coxa esquerda na vitória por 3 a 1 sobre o Santos, no dia 25 de outubro. Já Pacheco, por sua vez, lesionou a coxa direita no empate em 1 a 1 com o Atlético-MG no dia 14.

O retorno de Nenê é visto como importante para Odair. Das 44 partidas disputadas pelo Fluminense nesta temporada, o camisa esteve em campo em 38. Com ele, o Tricolor tem 56,1% de aproveitamento.

Apesar disso, nas sete vezes em que entrou em campo sem o artilheiro de 2020, o Fluminense venceu quatro, empatou uma e perdeu duas, conquistando 55,5% de aproveitamento. Na rodada anterior, venceu o Fortaleza por 1 a 0, no Castelão.

Internamente, a importância do jogador não é questionada. Além dos 19 gols, o meia também deu quatro assistências, ou seja, participou diretamente de 23 gols, um terço das bolas na rede do Tricolor em 2020.

Odair Hellmann vai esperar pelos jogadores, que eram titulares no momento que sofreram os problemas. Mesmo sem ambos, o Fluminense manteve o bom momento no Brasileiro.