Nepal encontra 71 corpos após queda de avião; uma pessoa está desaparecida

Equipe de resgate busca corpos de vítimas de acidente aéreo em Pokhara, Nepal

Por Gopal Sharma

KATMANDU (Reuters) - Equipes de resgate usaram drones e desceram de rapel em um desfiladeiro profundo nesta terça-feira em busca da última pessoa desaparecida no pior desastre aéreo do Nepal em 30 anos, no qual pelo menos 71 pessoas morreram, incluindo crianças pequenas.

O terreno difícil ao redor do desfiladeiro de 200 metros e o mau tempo estavam complicando os esforços de resgate perto da cidade turística de Pokhara, onde o Yeti Airlines ATR 72 transportando 72 pessoas caiu no domingo pouco antes do pouso.

A busca foi encerrada depois que escureceu e será retomada na quarta-feira, disse Tek Bahadur K.C., autoridade graduada do distrito.

As equipes de resgate estavam buscando identificar os corpos, disse à Reuters Ajay K.C, policial em Pokhara que faz parte dos esforços de resgate.

"Há uma névoa espessa aqui agora. Estamos enviando equipes de busca e resgate usando cordas para o desfiladeiro onde partes do avião caíram e estavam em chamas", disse ele antes que as buscas fossem suspensas durante a noite.

As equipes de resgate coletaram o que pareciam ser restos humanos e os enviaram para teste de DNA, afirmou ele, mas os esforços de busca continuarão até que todos os 72 passageiros e tripulantes sejam encontrados.

"Havia crianças pequenas entre os passageiros", disse o policial.

Imagens de televisão mostraram parentes chorando esperando pelos corpos de seus entes queridos do lado de fora de um hospital em Pokhara.