Neta é suspeita de matar avô ex-PM em falso assalto em Manaus; família pede justiça

·1 min de leitura
Neta é suspeita de matar avô, ex-PM, em assalto forjado em Manaus; familiares da vítima fizeram um protesto pedindo justiça. (Foto: Reprodução)
Neta é suspeita de matar avô, ex-PM, em assalto forjado em Manaus; familiares da vítima fizeram um protesto pedindo justiça. (Foto: Reprodução)
  • Neta é suspeita de matar avô em complô com o namorado, em Manaus

  • O casal, segundo a polícia, teria forjado um assalto e invadido a casa da vítima;

  • Familiares fizeram um protesto em frente à delegacia, nesta quinta (27), cobrando justiça;

Familiares do sargento da reserva da Polícia Militar Evandro da Silva Ramos, de 59 anos, assassinado em Manaus, protestaram em frente à Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), sob pedido de justiça.

A neta do sargento e o namorado dela foram presos suspeitos de envolvimento na morte do avô, após fingirem um assalto à casa da vítima.

A prisão dos suspeitos foi confirmada na noite desta quarta-feira (26). As circunstâncias da detenção deles devem ser divulgadas em uma coletiva nesta quinta (27). Por isso, os familiares se reuniram na frente do local.

Eles carregaram placas pedindo por Justiça, exigindo que o assassinato não fique impune e, ainda, fazendo referências à parente que foi presa suspeita do crime.

O sargento foi morto por uma dupla que chegou em uma motocicleta e entrou na casa em que ele estava, supostamente para roubar. O crime ocorreu no bairro Coroado, Zona Leste, no sábado (22).

A chegada e a fuga dos bandidos foram registradas por um câmera de segurança. O vídeo mostra o momento em que os suspeitos caminham pela rua. Segundo a polícia, eles estão vestindo uniformes de frentistas.

Ainda conforme informou a Polícia Civil, a mulher planejou a morte do próprio avô com a ajuda do namorado, que também foi preso.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos