Netanyahu diz a Putin para remover forças iranianas da Síria e que Israel não ameaçará Assad

Por Dan Williams
Putin cumprimenta premiê de Israel Netanyahu em Moscou 11/7/2018 Yuri Kadobnov/Divulgação via REUTERS

Por Dan Williams

JERUSALÉM (Reuters) - O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, disse à Rússia nesta quarta-feira que Israel não pretende ameaçar o governo do presidente sírio, Bashar al-Assad, e pediu a Moscou que trabalhe para remover as forças iranianas da Síria, disse uma autoridade israelense.

"Não tomaremos medidas contra o regime de Assad, e você vai tirar os iranianos", disse Netanyahu a Putin durante uma reunião em Moscou, segundo a fonte, que pediu anonimato.

A Rússia já está trabalhando para distanciar as forças iranianas das áreas da Síria perto das colinas de Golã, ocupadas por Israel, e propôs que fossem mantidas a 80 quilômetros de distância, mas isso ficou aquém da demanda de Israel por uma saída completa, disse a autoridade.