Merkel pede união a países da UE em defesa do interesse comum no Brexit

Bruxelas, 29 abr (EFE).- A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, disse neste sábado que os países da União Europeia (UE) buscarão manter uma boa relação com o Reino Unido após sua saída do bloco, mas que também devem representar unidos seus interesses durante as negociações do Brexit.

"Até o momento, o que conseguimos está bom e acredito que é um bom ponto de partida também nas negociações", afirmou a chanceler em sua chegada à cúpula europeia, na qual foram aprovadas as diretrizes para a negociação da saída de Reino Unido da UE.

Merkel reiterou que a prioridade do bloco comunitário será, em primeiro lugar, tratar as negociações da saída.

"Só depois disso, quando tiverem sido discutidos os pontos essenciais das negociações da separação, chegaremos também ao ponto de falar sobre o futuro", comentou a chanceler.

As negociações sobre o Brexit abrangerão as "questões financeiras" e os futuros direitos dos cidadãos do bloco comunitário que vivem no Reino Unido, bem como os dos cidadãos britânicos na UE, indicou a chefe de governo da Alemanha.

Merkel agradeceu ao presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, ao da Comissão Europeia, Jean-Claude-Juncker, e ao chefe negociador comunitário para o Brexit, Michael Barnier, por terem preparado o encontro "de maneira excelente" para resolver na jornada de hoje a aprovação das diretrizes, para que os líderes do bloco "possam focar nos próximos passos". EFE