Netflix anuncia 34 produções sul-coreanas para compor o catálogo em 2023; veja lista

Mais de 60% dos assinantes da Netflix se renderam à produção audiovisual sul-coreana em 2022, conforme revelou Don Kang, vice-presidente de conteúdo da plataforma de streaming na Coreia do Sul. Na América Latina, onde essa demanda dobrou desde 2017, essa parcela foi composta por 85% dos espectadores no último ano, informa um levantamento da empresa. Neste peíodo, 17 títulos sul-coreanos entraram no Top 10.

Top 5 dos K-dramas mais vistos no Brasil em 2022 na Netflix:

Para compor o catálogo em 2023, o serviço anunciou nesta segunda-feira a lista de conteúdo prevista, composta por 34 obras. Entre as novidades, há séries, filmes, realities e documentários (listados mais abaixo).

A sobrevivência é um tema recorrente em várias séries coreanas que chegam à plataforma em 2023, como aparece na luta contra os monstros nos dias sombrios de 1945 em "A Criatura de Gyeongseong", na dificuldade para respirar no futuro distópico de "Black Knight" ou nas batalhas para proteger Joseon durante a colonização japonesa na dramática "Song of the Bandits".

Catálogo de 2023 recebe continuação de K-dramas que conquistaram o público:

Mais K-dramas previstos para entrar no catálogo em 2023:

Além dos K-dramas, produções sul-coreanas de filmes, realities e documentários também têm sido atrativos ao público global. O suspense de ação "Carter" foi um dos filmes em língua não inglesa mais assistidos de 2022, e o reality de namoro "Solteiros, Ilhados e Desesperados" continua no Top 10 global de séries em língua não inglesa.

Para 2023, estão previstas as seguintes estreias de filmes:

Realities

Documentários