Netflix testa plano que custa mais de R$ 50 por mês; saiba o que muda

(Reprodução)

Na última semana, a Netflix anunciou que iria começar a testar um novo plano com suporte a 4K e que permite o acesso com mais telas simultâneas. Nesta segunda-feira, 10, o serviço de streaming anunciou as opções referentes a esse novo plano no Brasil, que recebeu o nome de ‘Ultra’. O que chama a atenção é que, em alguns casos, assinantes atuais podem perder alguns de seus benefícios.

O plano mais caro disponível atualmente na Netflix, o Premium, oferece acesso a conteúdos 4K e HDR e permite assistir em até quatro dispositivos ao mesmo tempo, custando R$ 37,90. Com o novo plano em testes, a empresa pode decidir barrar o acesso aos quatro dispositivos ou mesmo o acesso em HDR.

Os testes, realizados em duas opções, podem garantir uma cobrança de R$ 53,90 ou R$ 45,90 por mês. Veja como ficaria:

Lista de planos – opção 1

  • Básico: sem vídeos em HD e permitindo o uso de uma tela por vez  – R$ 19,90
  • Padrão: com vídeos em HD e com duas telas simultâneas – R$ 27,90
  • Premium: com resolução 4K, mas sem HDR, com quatro telas ao mesmo tempo – R$ 37,90
  • Ultra: com resolução 4K e HDR, e com quatro telas ao mesmo tempo – R$ 53,90

Lista de planos – opção 2

  • Básico: sem vídeos em HD e permitindo o uso de uma tela por vez  – R$ 19,90
  • Padrão: com vídeos em HD e permitindo uma tela por vez – R$ 27,90
  • Premium: com resolução 4K, mas sem HDR, com duas telas ao mesmo tempo – R$ 37,90
  • Ultra: com resolução 4K e HDR, e com quatro telas ao mesmo tempo – R$ 45,90

Ainda não se sabe qual opção será adotada pelo serviço de streaming, que planeja quitar parte de suas dívidas – feitas para desenvolver o setor de produções originais – nem quando ela funcionará definitivamente.