Neto sobre saída de Edílson da Band: “Fez um ambiente horrível”

·3 min de leitura
Neto revelou bastidores da passagem de Edílson pela Band / Foto: Reprodução
Neto revelou bastidores da passagem de Edílson pela Band / Foto: Reprodução

Neto e Edílson foram companheiros de programa durante pouco mais de um ano, até que o Capetinha deixou a Band recentemente. O apresentador do “Os Donos da Bola” comentou sobre o que pode ter motivado a saída do ex-jogador da emissora. Em entrevista ao canal “Pilhado”, Neto revelou que Edílson fez um “ambiente horrível” durante o período em que trabalhou como comentarista, muito por conta de atritos com outros integrantes.

"O Edílson falou no “Podpah” que eu sou de um jeito no programa e que fora eu sou outro. Não é verdade, Edílson, eu sou a mesma coisa. Talvez você seja diferente, porque o ambiente que você fez nos “Donos da Bola” foi um ambiente difícil, onde você teve problema com o Fernandinho. O que você fez com o Fernandinho, Edílson, que é um dos maiores repórteres do mundo, foi um absurdo, ele é um gentleman. O que você fez com o Velloso, com o Canhão, o que você fez com o Bruno, correspondente de Portugal, foi muito feio", disse.

Leia também:

"E aí teve uma reunião entre todo mundo lá. Foi decidido pela direção da Band que ele iria deixar os “Donos da Bola” e fazer o “Jogo Aberto”. Se você, Edílson, tem alguma coisa para falar, você tem que falar com o Edmundo, que entrou no seu lugar. Não fui eu", afirmou.

Neto fez questão de ressaltar que não teve influência na saída do ex-colega, mesmo com os problemas relatados durante a passagem de Edílson como comentarista.

"Quem decide isso não sou eu. Não sou o dono da Band. Agora, o ambiente horrível que você fez na Band talvez tenha feito com que você saísse de lá. Você continua sendo um craque, um fenômeno, mas o ambiente horrível que você fez lá eu não fiz, sabe por quê, Edílson? Porque estou há 20 anos na Band. A maioria das pessoas de lá me adora", falou.

O apresentador revelou também que ele próprio entrou em conflito com o Capetinha e questionou o motivo de o comentarista também não continuar no programa comandando por Renata Fan.

"Teve problema comigo, com o Velloso, com o Fernandinho, com o Canhão, com todos. Não foi só comigo. Não fui eu que fui lá, não senhor. Tanto é que você foi trabalhar no “Jogo Aberto”, e por que não ficou lá? Ah, quer dizer então que eu também tirei você do “Jogo Aberto” e coloquei o Edmundo? Quer dizer que eu sou o dono da Band então? Ah, não f...", resmungou.

Mesmo com os problemas vividos, Neto declarou que não pediria a cabeça de Edílson e que ele próprio causou sua saída da Band. “Será que eu tenho essa força toda de mandar alguém embora? Mas assim, como é que eu vou chegar para o meu líder e falar: “Você manda esse embora”, como que você consegue fazer isso? Quem saiu da Band foi você, Edílson”, pontuou e continuou.

“E vou falar mais: o Cascão [diretor do programa] conversou com você diversas vezes, todo mundo conversou com você. O seu contrato terminou e a Band não quis renovar, foi isso que aconteceu. Agora pergunta para todas as pessoas que tiveram problema com ele, mas o problema quando é comigo é muito mais forte, né. É muito mais fácil falar que fui eu que mandei ele embora. Não é mais fácil ele falar 'pô, eu fui mal, cara, podia ter tido mais humildade, ter sido mais time'. O que eu sei é que você não conversa com o Edmundo, com o Petkovic, com ninguém. Eu converso", concluiu.

Assista à entrevista completa de Neto no canal "Pilhado":

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos