Neymar: 'clima de Libertadores' e Mbappé decisivo entre grandes momentos da temporada

Clima de Libertadores? Esta foi a opinião de Neymar sobre a classificação do PSG diante do Borussia Dortmund, nas oitavas de final da Liga dos Campeões da Uefa. No duelo, o time francês se recuperou de uma derrota na Alemanha para passar de fase.

Na partida, disputada em 11 de março, já estava proibida a presença do público dentro do estádio. Mesmo assim, a torcida parisiense se reuniu na frente do Parc de Princes para recepcionar seu time, medida que gerou polêmica nas redes sociais.

"Ali aconteceu o que nós precisávamos. União da torcida com o elenco. Foi uma noite especial, parecia Libertadores." declarou Neymar, que com certeza sabe como é uma noite de Libertadores: o craque foi campeão da competição pelo Santos em 2011.

Outro jogo que marcou a temporada do brasileiro foi o show do companheiro Kylian Mbappé diante do Lyon, nas semi finais da Copa da França. Diante de um dos principais rivais, que sempre complica contra o PSG, os parisienses deram show, venceram por 5 a 1 e despacharam os Les Gones.

Kylian Mbappe PSG Lyon Ligue 1 07102018

Com três gols de Mbappé, o duelo pareceu fácil, mas foi complicado, segundo Neymar. O atleta declarou que "o placar não mostra quanto esta partida foi dura".

Completando a lista das cinco partidas mais importantes - para Neymar - da temporada, temos três duelos da Ligue 1, todos transmitidos pelo DAZN: Lille 0 x 2 PSG, pela 21ª rodada; Lyon 0 x 1 PSG, pela 6ª; e PSG 1 x 0 Strasbourg, na 5ª.

A vitória diante do Lille ficou famosa pela homenagem que Neymar realizou para seu ídolo Kobe Bryant, morto em um acidente de helicóptero horas antes. Contra o Lyon, o brasileiro ressaltou novamente a dificuldade do adversário, e o fato de ter decidido a partida aos 42 do segundo tempo, ao passo que era vaiado pela torcida. Na estreia diante do Strasbourg, a mesma coisa.

Assim que a temporada retornar, parece claro - mesmo que não tenhamos nenhuma previsão de retomada - que Neymar terá outras grandes memórias de 2020.