Nikolas Ferreira tem conta no Instagram restaurada

Nikolas Ferreira tem conta no Instagram restaurada; rede social atribui suspensão a
Nikolas Ferreira tem conta no Instagram restaurada; rede social atribui suspensão a "erro". Foto: Reprodução / Abraão Bruck / Câmara Municipal de Belo Horizonte.
  • O Instagram restaurou a conta do deputado federal eleito Nikolas Ferreira no último sábado;

  • A Meta, dona do Instagram, atribuiu a suspensão do perfil a um “erro”;

  • O deputado teve suas contas no Twitter e Instagram suspensas a pedido do TSE.

O deputado federal eleito Nikolas Ferreira (PL-MG) recuperou sua conta no Instagram na noite do último sábado (5).

“Cometemos um erro e pedimos desculpas. A conta em questão já foi restaurada", disse a Meta, dona do Instagram, por meio de um comunicado.

Depois que sua conta foi reativada, Nikolas publicou uma foto do presidente Jair Bolsonaro (PL) fazendo o formato de coração com as mãos e a legenda: "Oi, testando".

Já a página do bolsonarista no Twitter segue banida por decisão judicial desde a última sexta-feira (4).

O deputado teve suas contas nas duas redes sociais suspensas, entre sábado e domingo, a pedido do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), devido à disseminação de notícias falsas envolvendo as eleições presidenciais e as urnas eletrônicas.

Logo após a suspensão das páginas, Nikolas informou a decisão judicial por meio de seu canal no Telegram : “Tive minhas redes sociais derrubadas por pedir ao TSE que analisasse denúncias eleitorais. Em nenhum momento afirmei, somente pedi para averiguar."

Antes de ter sua conta no Instagram suspensa, o bolsonarista publicou um vídeo no Instagram, em que disse: “Basicamente, você não precisa gostar de mim para poder defender a liberdade das outras pessoas. Eu basicamente, simplesmente transcrevi o que o argentino disse no Twitter e, provavelmente, foi por isso que derrubaram minha conta no Twitter com quase 2 milhões de seguidores. Basicamente, hoje você não pode questionar. Você não pode perguntar, e as pessoas não estão entendendo quão perigoso é isso. Um tribunal que decide aquilo que você pode ou não falar na rede social. Surreal."

*Com informações da CNN.